Linguagens

Níveis

Ajuda ao Vivo Através do Chat

 

Sobre este Site

Bem-vindo ao site eLearning da New Muslims. Este site é para muçulmanos recém-convertidos que desejam aprender sua nova religião de uma maneira fácil e sistemática. As aulas estão organizadas em níveis. Então, primeiro vá para a lição 1 do nível 1. Estude-a e depois faça o seu teste. Quando for aprovado, vá para a lição 2 e assim por diante. Felicidades.

Comece Aqui

É altamente recomendável registrar-se para que suas notas e progresso sejam salvos.  Então, primeiro registre-se aqui, depois comece com a lição 1 no nível 1 e daí em diante passe para a próxima lição. Estude ao seu gosto. Cada vez que retornar a este site, clique no botão “Leve-me onde estava” (disponível apenas para usuários registrados).

Podemos ver Allah?

Descrição: Esta lição fala acerca da perspectiva islâmica sobre ver Allah em comparação com os ensinamentos judaico-cristãos.

Por Imam Mufti

Publicado em 02 Dec 2019 - Última modificação em 25 Jun 2019

Impresso: 2 - Enviado por E-mail: 0 - Vizualizado: 362 (média diária: 1)

Categoria: Lições > Crenças Islâmicas > Unicidade de Deus (Tawhid)


Objetivos

·      Aprender que Allah não pode ser visto nem imaginado.

·       Comparar o ensino islâmico sobre ver Deus com os ensinamentos judaico-cristãos.

·      Entender o pedido de Moisés para ver Allah.

·       Descobrir se o Profeta Muhammad (que a misericórdia e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) viu Allah ou não.

·       Analisar as "visões de Deus" nas experiências espirituais.

·       Aprender sobre ver Allah na outra vida.

Termos em árabe

·      Salah - Palavra árabe que indica a conexão direta entre o crente e Allah. Mais especificamente, no Islam, refere-se às cinco orações diárias formais e é o ato de adoração mais importante.

·       Sunnah - A palavra Sunnah tem vários significados, dependendo da área de estudo; no entanto, o significado geralmente atribuído a ela é: palavras, ações e aprovações do Profeta.

·       Hadith (plural: ahadith) - É um relato ou uma história. No Islam, refere-se a um registro narrativo dos ditos e ações do Profeta Muhammad e seus companheiros.

A mente humana é uma verdadeira maravilha, mas em certas áreas é limitada. Allah é diferente de tudo o que a mente humana pode pensar ou imaginar. Portanto, se tentarmos imaginar Allah, certos aspectos serão ambíguos e abertos a uma interpretação indefinida. No entanto, é possível entender os atributos de Allah que não exigem criar nenhuma imagem mental. Por exemplo, um dos nomes de Allah é Al Ghaffar, que significa "o Perdoador". Todos podem entender isso facilmente e é assim que a mente humana pode pensar claramente em Allah. Os ensinamentos judaicos e cristãos sobre Deus são parcialmente confusos devido à sua compreensão incorreta desse assunto. A Torá judaica ensina que Deus é como o ser humano:

“E ele disse: Façamos o ser humano à nossa imagem e semelhança. [...] E Deus criou o ser humano à sua imagem.’ (Gênesis 1:26-27)

Pior ainda, alguns cristãos colocam estátuas ou imagens de um homem velho com uma barba branca representando Deus em suas igrejas. Algumas delas foram produzidas por personagens como Michelangelo, que representava o rosto e a mão "de Deus" - um velho de aparência dura - em suas pinturas.

Fazer imagens de Deus no Islam é proibido e equivale a incredulidade, pois Deus nos diz no Alcorão que nada se assemelha a Ele:

“Nada se assemelha a Ele .” (Alcorão 42:11)

“E ninguém é comparável a Ele!” (Alcorão 112:4)

O pedido de Moisés para ver Allah

Os olhos não podem captar Allah, Ele nos informa isso no Alcorão:

“Os olhares não podem percebê-Lo, não obstante Ele Se aperceber de todos os olhares.” (Alcorão 6:103)

Moisés, a quem Deus falou e lhe mostrou grandes milagres, foi escolhido por Allah para ser Seu Profeta. É dito que Moisés pensou que, já que Allah falava com ele, ele poderia vê-lo se O pedisse. A história é registrada no Alcorão, onde Deus nos diz o que aconteceu:

“E, quando Moisés chegou a Nosso tempo marcado, e seu Senhor lhe falou, disse: ‘Senhor meu! Faze-me ver-Te, que Te olharei.’ Ele disse: ‘Não Me verás, mas olha para a Montanha: se permanecer em seu lugar, ver-Me-as.’ E, quando seu Senhor se mostrou à Montanha, fê-la Em pó, e Moisés caiu fulminado. E, quando voltou a si, disse: ‘Glorificado sejas! Volto-me arrependido para Ti e sou o primeiro dos crentes.’"
(Alcorão 7:143)

Allah deixou claro que ninguém, nem mesmo o grande Profeta Moisés, pode suportar ver o divino, porque Allah é grande demais para os olhos humanos o vislumbrarem nesta vida. De acordo com o Alcorão, Moisés percebeu que seu pedido era errado; portanto, buscou o perdão de Allah por pensar em fazê-lo.

O Profeta Muhammad não viu Allah nesta vida

O Profeta Muhammad (que a misericórdia e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) realizou uma jornada milagrosa através dos céus para encontrar Allah. As pessoas pensaram que, já que o Profeta Muhammad falou com Allah em tal viagem, provavelmente também o viu. Um dos companheiros, Abu Dharr, perguntou sobre isso. O Profeta respondeu:

“Havia apenas luz, como poderia vê-lo?"[1]

Qual foi a luz que ele viu? O Profeta explicou:

“Certamente, Allah não dorme nem Lhe beneficia o dormir. Ele é quem abaixa a balança e a eleva. As obras da noite sobem a Ele antes das obras do dia, e as do dia antes das da noite, e Seu véu é a luz.”[2]

Visão de Deus em experiências espirituais

Algumas pessoas, incluindo algumas que dizem ser muçulmanas, afirmam ter tido experiências espirituais nas quais viram Deus. Entre os relatos mais comuns estão o ver luzes ou um ser magnífico sentado em um trono. Tais experiências são frequentemente acompanhadas pelo abandono das práticas islâmicas básicas, como o salah e o jejum, com a desculpa errônea de que tais práticas são apenas para pessoas comuns que não tiveram esse tipo de experiências sobrenaturais.

Um dos fundamentos mais importantes do Islam é que a lei revelada ao Profeta Muhammad não pode ser alterada ou cancelada. Deus não torna legal para alguns o que tornou ilegal para outros, nem comunica Sua Lei às pessoas através de tais experiências, mas a Lei divina foi revelada através do canal apropriado de revelação, aos profetas, um canal que foi fechado após o advento do Profeta Muhammad, o último enviado de Deus. É Satanás quem personifica Allah para enganar as pessoas ignorantes que acreditam em tais fenômenos e se desviam.

Ver Allah na próxima vida

Nesta vida, Allah não pode ser visto, mas os crentes verão Allah na outra vida, isso é claramente afirmado no Alcorão e na Sunnah. O Profeta disse: "O Dia da Ressurreição será o primeiro dia em que qualquer olho olhará para Allah, o Poderoso e Glorificado"[3]Descrevendo os eventos do Dia da Ressurreição, Allah diz no Alcorão:

"No Dia, haverá semblantes risonhos, dirigindo os seus olhares para o seu Senhor." (Alcorão 75: 22-23).

Foi perguntado ao Profeta se veríamos Allah no Dia da Ressurreição, ele respondeu: "Te machuca olhar a lua quando ela está cheia?"[4]  Eles responderam: "Não". E ele lhes disse: "Certamente, O verão assim." Em outro hadith, o Profeta disse: "Certamente, cada um de vós verá Allah no dia em que O encontrarem, e não haverá véu nem intermediário entre Ele e vós."[5] Ver Allah será uma recompensa adicional ao Paraíso para os muçulmanos que viverão nele. De fato, a alegria de ver Allah para um crente será maior do que todas as alegrias do Paraíso combinadas. Os incrédulos, por outro lado, serão privados de ver Allah e isso será um castigo maior para eles do que toda a dor e sofrimento do Inferno juntos.



Notas de rodapé:

[1] Sahih Muslim

[2] Sahih Muslim

[3] Darqutni, Darimi

[4] Sahih Al-Bukhari, Sahih Muslim

[5] Sahih Al-Bukhari

Ferramentas da Lição
RuimÓtimo  Avalie
| More
Deixe-nos sua Opinião ou Pergunta

Além disso, você poderá perguntar através do chat ao vivo disponível aqui.