Carregando...

Shirk e seus tipos (parte 1 de 3)

Avaliação:

Descrição: A postura islâmica no que diz respeito à associação de outras divindades com Allah e à atribuição a outros de certos aspectos que são exclusivos e únicos para Ele. Parte 1: A definição de Shirk e seus tipos. Formas de shirk maior.

Por Imam Mufti

Publicado em 06 Dec 2019 - Última modificação em 25 Jun 2019

Impresso: 86 - Enviado por E-mail: 0 - Vizualizado: 4,971 (média diária:: 3)


Pré-requisitos

·Crença em Allah (2 partes).

Objetivos

·Aprender a definição exata de shirk.

·Aprender a gravidade do shirk a partir do Alcorão e da Sunnah.

·Aprender os tipos de shirk.

·Aprender o shirk na:

oSoberania.

oNos nomes e atributos de Allah.

Termos em árabe

·Shirk - Palavra que significa associar parceiros a Allah, conceder atributos divinos a alguém que não seja Allah; ou acreditar que a fonte de poder, dano e bênçãos vem de alguém que não seja Allah.

·Tawhid - Atribuir unicidade e singularidade a Allah e descrevê-lo como sendo Um e Único, Seus nomes e atributos e Seu direito de ser adorado.

·Sunnah- - A palavra Sunnah tem vários significados segundo a área de estudo; contudo o significado que geralmente se lhe atribui é: palavras, ações e aprovações do Profeta.

Introdução

A palavra árabe shirk [1] é o oposto de tawhid, a Unicidade e a Unidade de Allah, e é mais inclusiva que o politeísmo e a idolatria. Shirk contradiz o próprio propósito da criação, conforme expresso no Alcorão:

“E não criei os jinns e os humanos senão para Me adorarem.” (Alcorão 51:56)

Os Profetas foram enviados com a missão de erradicar o shirk e de convidar a humanidade para escolher Allah em adoração.

O que é Shirk?

Shirk é associar qualquer outro que não seja Allah nos aspectos que são unicamente e exclusivamente Seus. Shirk é adorar seres criados da mesma forma que Allah é adorado, venerar criaturas como Allah deve ser venerado, e atribuir parte de Sua divindade a qualquer outro.

Gravidade do Shirk

Não existe assunto sobre o qual o Islam seja mais rigoroso do que o Tawhid (monoteísmo). Sendo assim, o shirk é considerado a maior violação com a qual o Senhor dos céus e da Terra é afrontado. A gravidade do shirk pode ser resumida nos pontos a seguir:

(1) Shirk faz o Criador como a Sua criação, no sentido de que assuntos que são exclusivos de Allah são associados a outros que não têm direito a isso. Portanto, Allah declara que shirk é o maior erro,

“Não associes nada a Allah. Por certo, a idolatria é formidável injustiça." (Alcorão 31:13)

(2) Allah disse que Ele não perdoará o pecado do shirk a menos que a pessoa se arrependa disso,

“Por certo, Allah não perdoa que Lhe associem outra divindade, e perdoa tudo o que for, afora isso, a quem quer.” (Alcorão 4:48)

(3) Allah proibiu o Paraíso para aqueles que não se arrependem de terem cometido shirk, condenando-os ao Inferno pela eternidade,

“Por certo, a quem associa outras divindades a Allah, com efeito, Allah proíbe-lhe o Paraíso, e sua morada é o Fogo.” (Alcorão 5:72)

(3) Todas as boas ações que a pessoa possa ter feito são perdidas, tornam-se inúteis, e serão em vão caso ela morra sem se arrepender do shirk,

“E, com efeito, foi-te revelado e aos que foram antes de ti: "Em verdade, se idolatras, teus atos anular-se-ão e, certamente, serás dos perdedores.” (Alcorão 39:65)

(4) Shirk é o mais mortal de todos os pecados maiores. Em uma ocasião, o Profeta, que a misericórdia e as bênçãos de Allah estejam sobre ele, perguntou a seus companheiros se eles sabiam qual era o maior de todos os pecados. Ele então explicou-lhes,

“Os pecados maiores são: shirk, não ser gentil com seus pais…” (Sahih Al-Bukhari, Sahih Muslim)

Tipos de Shirk

(1) Shirk Maior (Shirk Akbar)

(2) Shirk Menor (Shirk Asghar)

Definição de Shirk Maior

Shirk Maior é associar outros a Allah naqueles aspectos que Lhes são únicos em Sua pessoa, levar um rival ou associado ao Seu lado, e fazer dele Seu igual.

Shirk em Allah sendo o Senhor

Essa categoria inclui:

(i) Ateísmo (a crença de que os seres humanos não têm um Senhor).

O faraó negou a existência de Allah e proclamou a si mesmo como Senhor de Moisés e do povo do Egito. Ele anunciou ao povo:

"Sou vosso senhor, o altíssimo.” (Alcorão 79:24)

Os filósofos modernos que negam a existência de Allah ou os cientistas que consideram o universo criado por si mesmo ou que não tem começo nem fim se enquadram nessa categoria. Além disso, a ideia de que a própria natureza é Deus ou que Deus habita em Sua criação também é shirk.

(b) A crença de que Allah compartilha Seu domínio e controle sobre a criação.

As pessoas que se enquadram nessa categoria são aquelas que podem acreditar nos poderes e habilidades de Allah, mas também acreditam que Ele é várias "pessoas", que de alguma forma Ele "divide-se" em diferentes seres. Um exemplo são os cristãos que acreditam que Deus é Deus Pai, Deus Filho e Deus Espírito Santo, todos ao mesmo tempo. Além disso, os hindus acreditam em um Deus que assume as formas de Brahma - o deus criador, Vishnu - o deus preservador e Shiva - o deus destruidor. O Islam ensina que Deus é Um em todos os sentidos: perfeito, indivisível e completo.

Outro exemplo desse desvio é feito por pessoas que rezam para os mortos. Elas acreditam que as almas dos santos e de outras pessoas podem se intrometer nos assuntos dos homens mortais, que de alguma forma as almas que partiram podem causar mudanças na vida de homens e mulheres, respondendo suas orações ou de outras maneiras. A verdade é que os mortos não têm poder sobre a vida dos vivos; eles não podem responder às orações de ninguém, nem os proteger, nem conceder seus desejos.

Shirk Maior: Shirk nos nomes e atributos de Allah

Tornar Allah como a criação ou tornar a criação como Allah é a essência do shirk sobre os nomes e atributos de Allah. Pode ainda ser classificado em dois tipos:

(i) Humanizar Allah, dando-Lhe atributos semelhantes aos humanos, é shirk. Representações de Deus em pinturas e esculturas são desse tipo. O cristianismo, a principal religião do Ocidente, vê Deus em termos humanos, como consideram Jesus Deus encarnado, por isso naturalmente produziu os gostos de Michelangelo que retratou o Rosto e a Mão de "Deus" em pinturas. Os hindus adoram inúmeros ídolos como formas de Deus. Em oposição, a tradição muçulmana tem sido clara neste ponto por causa dos ensinamentos claros do Alcorão,

“Nada é igual a Ele. E Ele é O Oniouvinte, O Onividente” (Alcorão 42:11)

(ii) Outra forma desse tipo de shirk é quando os seres humanos são divinizados, dando-lhes nomes ou qualidades divinas. Por exemplo, os cristãos elevam Maria, a mãe de Jesus, a um status divino, dando-lhe alguns dos atributos de Allah, como o Misericordioso. Eles também chamam Maria de a mãe de Deus, 'Deus' sendo uma referência ao seu filho Jesus. Este último eles chamaram de Deus Vivo, o Primeiro e o Último - reservados apenas para Deus. O Mensageiro de Allah, que a misericórdia e as bênçãos de Allah estejam com ele, disse:

“Allah Todo-Poderoso disse: 'O filho de Adão...Me ofendeu e ele não tinha o direito de fazê-lo ... Quanto a Me ofender, é o seu ditado: Allah tomou para Si um filho, enquanto Eu sou o Único, o Refúgio Eterno. Eu não gerei nem fui gerado, e não há ninguém comparável a Mim.’” (Sahih Al-Bukhari, An-Nasai)



Notas de Rodapé:

[1] O “I” é pronunciado como o "I" na palavra "imergir"

Teste e Navegação Rápida
Ferramentas da Lição
Ruim Ótimo
Fracassado! Tente mais tarde. Obrigado pela sua avaliação.
Deixe-nos sua Opinião ou Pergunta

Comente esta lição:: Shirk e seus tipos (parte 1 de 3)

Os campos marcados com um asterisco (*) são obrigatórios.

Além disso, você poderá perguntar através do chat ao vivo disponível aqui.