Linguagens

Níveis

Ajuda ao Vivo Através do Chat

 

Sobre este Site

Bem-vindo ao site eLearning da New Muslims. Este site é para muçulmanos recém-convertidos que desejam aprender sua nova religião de uma maneira fácil e sistemática. As aulas estão organizadas em níveis. Então, primeiro vá para a lição 1 do nível 1. Estude-a e depois faça o seu teste. Quando for aprovado, vá para a lição 2 e assim por diante. Felicidades.

Comece Aqui

É altamente recomendável registrar-se para que suas notas e progresso sejam salvos.  Então, primeiro registre-se aqui, depois comece com a lição 1 no nível 1 e daí em diante passe para a próxima lição. Estude ao seu gosto. Cada vez que retornar a este site, clique no botão “Leve-me onde estava” (disponível apenas para usuários registrados).

Como jejuar

Descrição: Uma lição detalhada sobre o tema do jejum: seus tipos, obrigatoriedade, método e isenções, juntamente com algumas regulações exclusivas para as mulheres.

Por NewMuslims.com

Publicado em 10 Dec 2019 - Última modificação em 22 Aug 2017

Impresso: 5 - Enviado por E-mail: 0 - Vizualizado: 513 (média diária: 2)

Categoria: Lições > Atos de Adoração > O Jejum


Pré-requisitos

·       Introdução ao Jejum.

Objetivos

·       Identificar os tipos de jejum no Islam.

·       Compreender a obrigação de jejuar no Ramadan.

·       Identificar que está isento de jejuar.

·       Aprender a jejuar no Ramadan.

·       Aprender o que se deve evitar durante o jejum de Ramandan.

·       Conhecer as regulações especiais exclusivas para as mulheres muçulmanas.

Termos em árabe

·       Ramadan - Nono mês do calendário lunar islâmico. É o mês em que é prescrito o jejum obrigatório.

·       Salah - Palavra árabe para indicar a conexão direta entre o crente e Allah. Mais especificamente, no Islam, refere-se às cinco orações diárias obrigatórias e é o ato de adoração mais importante.

·       Zakah - Caridade obrigatória.

·       Fajr, Dhuhr, Asr, Maghrib, Isha – O nome das cinco orações diárias no Islam.

·       Tarawih - Orações especiais realizadas durante o Ramadan depois da oração do Isha, nas quais se recitam longos capítulos do Alcorão.

·       Iftar - Refeição para terminar o jejum.

·       Suhoor - Refeição que os muçulmanos fazem antes do amanhecer.

Tipos de jejum

A primeira coisa que deve saber é que existem dois tipos de jejum: obrigatório e voluntário. Os jejuns obrigatórios são formas de adoração ritual prescritas de forma obrigatória, ou seja, como muçulmano não tenho a opção de omiti-lo sem incorrer ao pecado. Os jejuns voluntários são opcionais, podem ser feitos ou não; isto é, se não os fizer, não incorre em pecado, mas ganhará uma recompensa extra se fizer. Nesta lição vamos focar apenas no mais importante, o jejum obrigatório: o que é realizado no mês de Ramadan.

Jejum no Ramadan

O jejum de Ramadan é um dos cinco pilares do Islam, como disse o Profeta:

“O Islam é fundado sobre cinco pilares: testemunhar que não há nenhum deus verdadeiro exceto Allah e que Muhammad é Seu Mensageiro, a prática da oração, o pagamento do Zakah, o jejum de Ramadan e a peregrinação a Meca.” (Sahih Al-Bukhari)

O jejum no Ramadan é obrigatório para todos os muçulmanos que atingiram a puberdade. Allah disse no Alcorão

“Quem presenciar a chegada [da lua nova] do mês deverá jejuar.” (Alcorão 2:185)

Quem não jejua durante o Ramadan sem uma desculpa legítima está cometendo o que é considerado um pecado maior.

Quem está isento de jejuar?

(1)  Uma criança muçulmana que ainda não atingiu a puberdade está isenta do jejum até que um dos seguintes sinais de puberdade apareçam nela:

      (a) a ejaculação, por poluição noturna ou por outros meios.

      (b) crescimento dos pelos pubianos.

      (c) menstruação.

      (d) ter pelo menos 15 anos de idade.

(2)  Se uma pessoa estiver em viagem no Ramadan, ela tem a opção de não jejuar. Se ela escolher por não jejuar, deve repor os dias não jejuados após o final do mês e antes que chegue o próximo Ramadan.

(3)  A mulher não tem permissão de jejuar durante sua menstruação ou pós-parto, e deve repor os dias não jejuados quando terminar o mês e antes da chegada do próximo Ramadan.

(4)  A mulher grávida ou lactante pode ser dispensada do jejum se o jejum se revelar prejudicial para ela ou a seu filho. Estes casos serão discutidos detalhadamente mais tarde.

(5)  A pessoa com distúrbio mental também está isenta de jejum.

(6)  O Senhor Clementíssimo não exige de uma pessoa além das suas possibilidades. Se alguém está doente, também está isento de jejuar.

Há dois assuntos que precisam ser esclarecidos aqui:

Primeiro, quão doente a pessoa deve estar para ser isento? Tossir ou uma dor de cabeça leve não é desculpa suficiente, mas se houver uma desculpa médica, e isso é sabido por experiência, ou há certeza de que o jejum vai piorar a doença ou atrasar a recuperação, a pessoa está isenta do jejum.

Segundo, quando a pessoa melhorar, deve repor os dias que não foram jejuados. 

Aqueles que são doentes crônicos e não têm esperança de cura devem alimentar uma pessoa necessitada por cada dia de Ramadan que não jejuar [se tiverem os meios econômicos para fazê-lo], e não precisam compensar esses dias.

(8)  Os que são idosos demais para jejuar também estão isentos, e também devem alimentar uma pessoa necessitada para cada dia do Ramadan que não jejuar [se tiverem meios econômicos para fazê-lo].

Como que jejuo no Ramadan?

Primeiro, verifique com sua mesquita local o início do Ramadan, ligando ou visitando. Normalmente, as mesquitas imprimem um calendário para o Ramadan onde se pode ver os horários para começar e terminar o jejum (o tempo do Fajr e Maghrib, respectivamente) e talvez tenha também o horário da oração do Tarawih.

Segundo, ponha no seu coração a intenção de jejuar no dia seguinte, como disse o Profeta (que a misericórdia e as bênçãos de Allah estejam sobre ele):

“Aquele que não tem intenção de jejuar desde a noite anterior não jejua.” (An-Nasa’i)

A ideia é que você lembre que está jejuando para agradar ao seu Criador.

Mês:                        9/1426,  10-11/ 2005 C.E

Localização:                    Seattle, WA, USA

Método de cálculo: ISNA

Método legal:        Padrão

 

Dia

Ramadan

Gregoriano

Fajr

Amanhacer

Dhuhr

Asr

Maghrib

Isha

Seg

1

4/10

5:50

7:12

12:58

4:05

6:43

8:07

Ter

2

5/10

5:52

7:14

12:58

4:04

6:41

8:05

Qua

3

6/10

5:53

7:15

12:58

4:02

6:39

8:03

Qui

4

7/10

5:54

7:17

12:58

4:01

6:37

8:01

Sex

5

8/10

5:56

7:18

12:57

3:59

6:35

7:59

Sáb

6

9/10

5:57

7:20

12:57

3:58

6:33

7:57

Dom

7

10/10

5:59

7:21

12:57

3:56

6:31

7:55

 

 

 

 

 

 

 



Figura 1: exemplo de um calendário do Ramadan preparado para os residentes de Seattle, usando www.islamicfinder.org.  Por exemplo na Segunda, primeiro de Ramadan, faça sua refeição (suhur) antes das 5:50 am. Você pode voltar a comer (iftar) às 6:43 pm.

Segundo, acorde antes do horário do Fajr e coma um lanche antes do amanhecer chamado suhur. Você pode ter ouvido indianos ou paquistaneses se referirem ao suhur como sehri. Alguns calendários mostram um horário que indica quando parar de comer antes do Fajr. Não há base para isso e pode ser ignorado, pois textos claros mostram que é permitido comer até a hora do Fajr. Pode-se, por segurança, parar de comer e beber alguns minutos antes do Fajr, pois a maioria usa um horário, mas não há garantia de que a hora dos relógios é 100% correta. Dê a si mesmo tempo suficiente para comer e beber, porque se você acordar tarde e o tempo do Fajr já tiver começado, você não poderá fazer o suhur e terá que jejuar o dia todo com o estômago vazio! Se você dormiu durante o período do Fajr e o sol já nasceu, você deve jejuar o resto do dia e seu jejum será válido.

Terceiro, você deve abster-se completamente de coisas que quebram ou invalidam o seu jejum, que consiste basicamente em não comer, não beber ou ter relações sexuais.

Quarto, o período do Maghrib ou oração do pôr-do-sol, começa quando o sol se põe, é também o tempo em que o jejum termina e a pessoa pode voltar a comer e beber normalmente. A refeição desta hora chama-se iftar. O Profeta costumava quebrar o jejum com um gole de água, e logo fazia a oração do Maghrib. A pessoa é completamente livre para comer nesta hora ou mais tarde, desde que não perca a oração do Maghrib por estar ocupada comendo!

Quais atos devo evitar durante o jejum?

Essencialmente, se jejua desde o amanhecer (o tempo para rezar o Fajr) até o anoitecer (tempo para rezar o Maghrib). Entre o amanhecer e o anoitecer, você deve abster de:

·      Comer e beber, incluindo tomar comprimidos ou remédios orais. Se você come ou bebe por engano ou esquecimento de que estava jejuando, não se preocupe e continue jejuando pelo resto do dia; pois você será perdoado por seu esquecimento, e seu jejum será válido e esse dia contará. O Profeta da misericórdia (que as bênçãos de Allah estejam sobre ele) disse:

“Se por esquecimento come ou bebe, que complete seu jejum, pois foi Allah quem lhe deu de comer ou beber.” (Sahih Al-Bukhari)

·       A relação sexual, com ou sem ejaculação, invalida o jejum. É preciso ter muito cuidado com essa falha maior, porque a sua expiação é muito mais difícil do que as outras. Por esta razão, até mesmo beijar estaria proibido se conduzir com segurança a relações sexuais. Reiteramos que, isso é apenas durante o dia, durante o jejum, e não há restrições à noite. Por extensão, a masturbação também anula o jejum.

·       O vômito induzido invalida o jejum, disse o Profeta:

“Aquele que vomita sem querer não deve compensar o seu jejum depois, enquanto aquele que vomita intencionalmente deve repor o jejum.” (Al-Tirmidhi)

·       Fumar, que é proibido em todos os momentos, também invalida o jejum.[1]

Regulações especiais para mulheres

(1)      Menstruação e pós-parto

Se o sangramento menstrual começar antes do pôr-do-sol, esse dia de jejum é invalidado e a mulher deve repor. Durante o resto do período, a mulher não poderá jejuar. Se o sangramento menstrual termina antes do Fajr, então ela deve jejuar, mesmo que ela não tenha tomado banho até o momento que o Fajr começou. Todos os dias que não jejuar devem ser compensados depois do Ramadan.

(2)      Gravidez e lactação

As mulheres grávidas e lactantes devem jejuar no Ramadan. No entanto, o jejum pode ser interrompido se houver receio de que o jejum possa prejudicar a mãe ou a criança ou quando se tornar extremamente difícil. Mas se o jejum não for muito difícil, a gestante ou lactante deve jejuar.

Para mais detalhes sobre qualquer um desses tópicos, recomendamos que consulte o seguinte link: Islam QA- Fasting.



Notas de rodapé:

[1] Para mais detalhes sobre o que quebra e o que naõ quebra o jejum, acesse: http://islamqa.info/en/cat/298, e http://islamqa.info/en/cat/464.

Teste e Navegação Rápida
Ferramentas da Lição
RuimÓtimo  Avalie
| More
Deixe-nos sua Opinião ou Pergunta

Além disso, você poderá perguntar através do chat ao vivo disponível aqui.