Linguagens

Níveis

Ajuda ao Vivo Através do Chat

 

Sobre este Site

Bem-vindo ao site eLearning da New Muslims. Este site é para muçulmanos recém-convertidos que desejam aprender sua nova religião de uma maneira fácil e sistemática. As aulas estão organizadas em níveis. Então, primeiro vá para a lição 1 do nível 1. Estude-a e depois faça o seu teste. Quando for aprovado, vá para a lição 2 e assim por diante. Felicidades.

Comece Aqui

É altamente recomendável registrar-se para que suas notas e progresso sejam salvos.  Então, primeiro registre-se aqui, depois comece com a lição 1 no nível 1 e daí em diante passe para a próxima lição. Estude ao seu gosto. Cada vez que retornar a este site, clique no botão “Leve-me onde estava” (disponível apenas para usuários registrados).

O arrependimento (parte 1 de 3): A porta para a salvação

Descrição: Os meios para a salvação a partir de uma perspectiva islâmica. Parte 1: Ensinamentos islâmicos sobre pecado e salvação.

Por Imam Mufti

Publicado em 02 Dec 2019 - Última modificação em 25 Jun 2019

Impresso: 3 - Enviado por E-mail: 0 - Vizualizado: 413 (média diária: 1)

Categoria: Lições > Incrementar a Fé > O Arrependimento


Objetivos

·       Conhecer o ponto de vista islâmico sobre os pecados.

·       Aprender o significado do arrependimento a partir de uma perspectiva islâmica.

·       Apreciar a misericórdia de Allah em relação ao arrependimento.

Termos em árabe

·       Shirk - Uma palavra que implica associar parceiros a Allah ou conferir atributos divinos a outro que não seja Allah; ou acreditar que a fonte de poder, dano e bênçãos vem de outro fora Allah.

·       Tawbah - Arrependimento.

·       Hadith (plural: ahadith) - É um relato ou uma história. No Islam, refere-se a um registro narrativo dos ditos e ações do Profeta Muhammad e seus companheiros.

O pecado e a salvação são temas de profunda preocupação humana em todas as religiões. A menos que o sentido do bem e do mal de alguém esteja distorcido, os seres humanos estão conscientes de seus pecados e percebem que serão responsáveis por suas ações. Psicologicamente, os seres humanos respondem ao mau comportamento sentindo-se culpados. Naturalmente, todos os sistemas religiosos oferecem algum método para libertar o homem do fardo do pecado; em geral, garantem a salvação somente pela fé ou através de obras e esforços individuais.

Nesta lição, aprenderemos os ensinamentos islâmicos sobre pecado e salvação. Na segunda lição, aprenderemos a condição que devemos cumprir para que o arrependimento seja válido. Na terceira e última parte, aprenderemos algumas belas palavras de arrependimento do Alcorão e do Profeta.

O que é o pecado?

Como o Islam vê os pecados? Quais são os principais pecados no Islam?

Nem todos os pecados são iguais: eles são classificados em pecados graves ou maiores e pecados menores. Um pecado maior é aquele que Deus ameaça com o castigo do inferno, com Sua maldição ou com Seu descontentamento. O resto são considerados pecados menores.

Alguns pecados maiores podem tirar uma pessoa do Islam. Um exemplo disso é o shirk, o pior dos pecados maiores. O propósito da criação humana é adorar apenas Allah, mas o shirk desafia esse propósito. Não apenas ninguém pode ser adorado no lugar de Allah, mas absolutamente ninguém mais pode ser adorado junto com Ele. Certa vez, o Profeta Muhammad (que a misericórdia e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) perguntou:

"Querem que vos informe sobre o pior dos pecados maiores?"

Os companheiros responderam: 'Sim'.

Ele explicou: "Adorar outros com Allah e ser negligente com seus pais." (Sahih Al Bukhari, Sahih Muslim)

Alguns dos pecados mais graves são a magia, o homicídio, o consumo de embriagantes, a homossexualidade, a fornicação e o roubo.

O que é o arrependimento?

O arrependimento é o processo de afastar-se do pecado e corrigir a vida. É sentir pesar e tristeza. A palavra árabe para isso é tawbah, que literalmente significa "retornar". Islamicamente, o arrependimento é o ato de deixar o que Allah proibiu e apegar-se ao que Ele ordenou. 

       Um princípio fundamental do Islam é que o homem nasce sem pecado e em um estado de submissão a Allah, conhecido como fitrah:

“Toda criança nasce em um estado de fitrah, então seus pais o tornam judeu, cristão ou zoroastriano.” (Sahih Al-Bukhari, Sahih Muslim)

Através do pecado, o ser humano se afasta de Allah e, através do arrependimento, ele "retorna" a Ele. Através do arrependimento, o ser humano retorna ao seu estado original de fitrah, livre de pecados.

No Islam, o arrependimento é um ato de adoração através do qual os seres humanos alcançam a salvação. Allah ordena aos crentes:

“E voltai-vos, todos, arrependidos, para Allah, ó crentes, na esperança de serdes bem-aventurados!” (Alcorão 24:31)

O Profeta do Islam incentivou seus companheiros a voltarem a Allah em arrependimento regularmente:

“Ó povo, voltem para Allah em arrependimento e busquem Seu perdão.” (Sahih Muslim)

O abraço caloroso da misericórdia divina

A misericórdia divina abrange tudo e está intimamente próxima de cada um de nós, esperando para nos abraçar quando estivermos prontos. O Islam reconhece a inclinação humana ao pecado, porque Deus criou o homem fraco. O Profeta disse:

“Todos os descendentes de Adão falham constantemente, mas os melhores são aqueles que se arrependem constantemente.” (Al-Tirmidhi, Ibn Majah, Ahmad, Hakim)

Ao mesmo tempo, Allah nos permite saber que Ele perdoa os pecados:

“Dize: ‘Ó Meus servos, que vos excedestes em vosso próprio prejuízo, não vos desespereis da misericórdia de Allah. Por certo, Allah perdoa todos os delitos. Por certo, Ele é O Perdoador, O Misericordiador.’” (Alcorão 39:53)

O profeta Muhammad teve a missão de transmitir essas boas novas a todos:

“Informa Meus servos, Muhammad, de que sou O Perdoador, O Misericordiador.” (Alcorão 15:49)

1. Allah aceita o arrependimento

“Deus deseja absolver-vos; porém, os que seguem os desejos vãos anseiam vos desviar profundamente.”
(Alcorão 4:27)

“Ignoram, porventura, que Deus aceita o arrependimento dos seus servos, assim como recebe as caridades, e que Deus é Remissório, o Misericordiosíssimo?”
(Alcorão 9:104)

2. Allah ama os pecadores que se arrependem

“Deus ama aqueles que se arrependem.” (Alcorão 2:222)

O Profeta (que a misericórdia e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) disse:

“Se a humanidade não cometesse pecados, Deus criaria outras criaturas que os cometessem, então Ele os perdoaria, porque é Indulgente e Misericordioso.” (Al-Tirmidhi, Ibn Majah, Musnad)

3. Allah se deleita quando o pecador se arrepende ao perceber que tem um Senhor que perdoa os pecados.

O Profeta disse:

“Allah está mais contente com o arrependimento de Seu servo do que estaria um homem depois de ter encontrado seu camelo, no qual cavalgava através de um deserto árido, mas depois escapou levando a comida e a bebida. O homem, desesperado, se aproxima de uma árvore e deita-se à sua sombra; de repente, o camelo se aproxima e se põe de pé ao seu lado, e o homem toma as rédeas e grita de alegria plena: 'Allah, és meu servo e eu sou Teu Senhor' "(cometendo tal erro por sua excessiva alegria).” (Sahih Muslim)

4. A porta do arrependimento está aberta dia e noite

O perdão dos pecados não se limita a um dia específico do ano, mas a misericórdia divina estende o perdão todos os dias e noites. O Profeta disse:

“Allah estende Sua mão à noite para aceitar o arrependimento de quem pecou durante o dia; e estende Sua mão durante o dia para aceitar o arrependimento de quem pecou durante a noite, [e isso continuará] até que o sol saia do Oeste[1].” (Sahih Muslim)

5. Allah aceita o arrependimento mesmo que os pecados se repitam

Em um hadith qudsi[2]  o Profeta disse:

“Um homem cometeu um pecado e logo disse: 'Ó, Senhor meu, perdoe meu pecado', então Allah disse: 'Meu servo cometeu um pecado, então percebeu que tem um Senhor que pode perdoar pecados ou puni-lo por eles.' Posteriormente, o homem voltou a cometer o mesmo pecado e disse: 'Senhor meu, perdoa meu pecado.' Allah disse: 'Meu servo cometeu um pecado, então percebeu que tem um Senhor que pode perdoar pecados ou puni-lo por eles.' O homem novamente cometeu o mesmo pecado (pela terceira vez), depois disse: 'Oh Senhor meu, perdoe meu pecado', e Allah disse: 'Meu servo cometeu um pecado, então percebeu que tem um Senhor que pode perdoar pecados ou puni-lo por eles. Faça o que quiser, porque Eu te perdoei.’” (Sahih Muslim)

Desse hadith, deve ficar claro que a pessoa em questão pretendia não repetir tal pecado, mas que voltou a cair devido à sua inclinação natural humana, e Allah o perdoou devido à sua angústia e à sua crença de que Ele o perdoaria. 

6. Ao entrar no Islam, todos os pecados passados são apagados

O Profeta explicou que aceitar o Islam apaga todos os pecados anteriores do novo muçulmano, por mais sérios que sejam, apenas com a condição de que a pessoa aceite o Islam sinceramente. Alguns perguntaram ao Mensageiro de Allah: "Seremos responsáveis pelo que fizemos durante os dias de ignorância antes de aceitar o Islam?" Ele respondeu:

“Quem aceita o Islam sinceramente não terá que prestar contas, mas quem o fizer hipocritamente será responsável pelo tempo antes e depois do islam.”  (Sahih Al-Bukhari, Sahih Muslim)

Graças à infinita misericórdia de Allah, se alguém se arrepende de seu pecado ou entra no Islam, seus pecados anteriores se tornam boas obras. Allah diz:

“Salvo aqueles que se arrependerem, crerem e praticarem o bem; a estes, Deus computará as más ações como boas, porque Deus é Indulgente, Misericordiosíssimo.”
(Alcorão 25:70)



Notas de rodapé:

[1] Um sinal do Dia do Juízo. Quando esse dia chegar e o sol nascer do oeste, nenhum arrependimento será aceito.

[2] Um hadith qudsi é um hadith no qual o Profeta narra diretamente um dito de Allah falando na primeira pessoa "Eu".

Ferramentas da Lição
RuimÓtimo  Avalie
| More
Deixe-nos sua Opinião ou Pergunta

Além disso, você poderá perguntar através do chat ao vivo disponível aqui.