Linguagens

Níveis

Ajuda ao Vivo Através do Chat

 

Sobre este Site

Bem-vindo ao site eLearning da New Muslims. Este site é para muçulmanos recém-convertidos que desejam aprender sua nova religião de uma maneira fácil e sistemática. As aulas estão organizadas em níveis. Então, primeiro vá para a lição 1 do nível 1. Estude-a e depois faça o seu teste. Quando for aprovado, vá para a lição 2 e assim por diante. Felicidades.

Comece Aqui

É altamente recomendável registrar-se para que suas notas e progresso sejam salvos.  Então, primeiro registre-se aqui, depois comece com a lição 1 no nível 1 e daí em diante passe para a próxima lição. Estude ao seu gosto. Cada vez que retornar a este site, clique no botão “Leve-me onde estava” (disponível apenas para usuários registrados).

O amor de Deus e como alcançá-lo (parte 1 de 2)

Descrição: Os tipos de amor, o significado do amor por Allah e suas exigências, e a relação entre amor por Allah e a adoração.

Por Imam Mufti

Publicado em 09 Dec 2019 - Última modificação em 25 Jun 2019

Impresso: 2 - Enviado por E-mail: 0 - Vizualizado: 383 (média diária: 1)

Categoria: Lições > Incrementar a Fé > Métodos para Incrementar a Fé


Objetivos:

·       Compreender os diferentes tipos de amor.

·       Compreender o que significa o amor de Allah e o que ele requer.

·       Apreciar como o amor de Allah é diferente de outros tipos de amor

·      Compreender a relação entre o amor e a adoração de Allah.

Termos em árabe:

·       Hajj – É a peregrinação a Meca onde o peregrino realiza um conjunto de rituais. O Hajj é um dos cinco pilares do Islam, e todo muçulmano adulto deve realizá-lo ao menos uma vez em sua vida se tem meios econômicos e é fisicamente capaz (para realizar a viajem). 

·       Salah – Palavra árabe para indicar a conexão direta entre o crente e Allah. Mais especificamente, no Islam, refere-se às cinco orações diárias obrigatórias e é o ato de adoração mais importante.

O amor é um fenômeno tão rico e variável que muitos estudiosos dizem que não pode ser definido e é conhecido apenas pelos seus efeitos. Pela perspectiva islâmica, o amor é dividido em diferentes categorias. Algumas formas de amor são boas e devem ser promovidas, mas outras são negativas. Há algumas pessoas ou coisas que amamos naturalmente e não podemos controlar, enquanto que em outros casos o amor aparece gradualmente e com o tempo se converte em relacionamentos fortes

O primeiro tipo de amor é emocional, como o amor pelos nossos pais, filhos ou parceiros. Geralmente têm diferenças em algum sentido, por exemplo, o amor de uma mãe pelo seu filho será diferente do amor de alguém pelo seu parceiro. Nos casamentos, o amor será mais forte se o casal tiver virtudes valorizadas pelo cônjuge, como a beleza, a virtude, a estabilidade ou a prática religiosa. Esse tipo de amor não pode ser controlado; uma pessoa não pode ser responsabilizada por amar um dos seus filhos mais do que os outros.[1]

O amor pelos nossos pais é natural, pois a criança tem uma tendência natural e instintiva para amar os seus pais; a criança recebe amor e proteção da parte deles e compreende as dificuldades que tiveram de superar para criá-lo. Por extensão, a pessoa também ama os membros da família.

O segundo tipo de amor é romântico, e o amor romântico, por sua vez, pode ser dividido em duas classes. O primeiro tipo é quando uma pessoa está apaixonada por outra, mas essa pessoa teme Allah e não incorre em nada que Ele tenha proibido e permanece casta. A melhor solução para alguém que está genuinamente apaixonado é casar com quem está apaixonado, se possível. Se não for possível, deve-se evitar que essa pessoa caia no que foi proibido por Allah.

O segundo tipo é quando o amor romântico se torna uma espécie de obsessão. Obsessões, na maioria dos casos, tomam o controle da pessoa e se tornam o principal propósito de sua vida. Este "amor" obsessivo é proibido e pecaminoso. Os estudiosos consideram uma doença da alma que aflige um coração vazio de todo o amor de Allah. A lei islâmica proporcionou várias medidas preventivas para proteger as pessoas de emoções tão destrutivas que não podem controlar.

A última categoria é o mais sublime e puro tipo de amor, o amor de Allah. Um muçulmano deve levar em conta os seguintes pontos:

Primeiro, o amor de Allah não é opcional, é um dever de todos os muçulmanos. É um componente integral da fé da pessoa como Allah afirma no Alcorão:

“…mas os fiéis só amam fervorosamente a Deus...” (Alcorão 2:165)

Segundo, o amor por Allah é distinto de todas as categorias de amor acima mencionadas. O amor a Allah não é um simples apelo que se possa fazer; deve ser algo que resida no coração. Os sábios do Islam consideram o amor como um "ato" do coração, que de fato motiva o coração e move a pessoa a obedecer a Allah e a evitar os pecados. O amor de Allah está fortemente relacionado com o conceito de adoração no Islam e com a fé individual. A adoração é fruto do amor de uma pessoa por Allah, e o amor de Allah em reciprocidade é o seu objetivo. O amor é o combustível que impulsiona a adoração e a impede de se tornar um hábito. Todos os atos de devoção, adoração e obediência são alimentados a partir desta fonte. A definição específica de adoração diz que é tudo o que Allah ama e Lhe agrada. O amor entra em cada boa ação que fazemos, quando realizamos o salah, recitamos o Alcorão, jejuamos, fazemos o Hajj, damos em caridades ou mencionamos Allah, o amor por Ele deve estar presente.

Terceiro, o amor por Allah é diferente dos tipos de amor natural e emocional de amor descritos acima. O verdadeiro amor por Allah está sempre combinado com um sentimento de temor por Sua Divina Majestade e Glória, um sentimento de insignificância frente ao poder divino. Por outro lado, o amor pelo parceiro ou pelos filhos não implica tais sentimentos de temor. Isso significa que a pessoa não só diz "amo a Deus" e a deixa assim, mas na verdade faz o que agrada a Allah e evita o que é proibido, porque a pessoa compreende o poder de Allah e Seu poder para castigar.

Quarto, o amor por Allah ultrapassa o amor pelos outros. Quando há um conflito entre os dois amores, é preciso dar preferência ao que Allah ama.

Quinto, quanto mais uma pessoa obedece a Allah e O adora, mais crescerá o seu amor por Ele.



Notas de rodapé:

[1] No entanto, o pai não pode favorecer um filho sobre outro em termos de agrados e tratamento. O Islam exige que todos os filhos sejam tratados igualmente. Amar um filho mais do que outro é simplesmente um assunto do coração que não se pode controlar.

Ferramentas da Lição
RuimÓtimo  Avalie
| More
Deixe-nos sua Opinião ou Pergunta

Além disso, você poderá perguntar através do chat ao vivo disponível aqui.