Linguagens

Níveis

Ajuda ao Vivo Através do Chat

 

Sobre este Site

Bem-vindo ao site eLearning da New Muslims. Este site é para muçulmanos recém-convertidos que desejam aprender sua nova religião de uma maneira fácil e sistemática. As aulas estão organizadas em níveis. Então, primeiro vá para a lição 1 do nível 1. Estude-a e depois faça o seu teste. Quando for aprovado, vá para a lição 2 e assim por diante. Felicidades.

Comece Aqui

É altamente recomendável registrar-se para que suas notas e progresso sejam salvos.  Então, primeiro registre-se aqui, depois comece com a lição 1 no nível 1 e daí em diante passe para a próxima lição. Estude ao seu gosto. Cada vez que retornar a este site, clique no botão “Leve-me onde estava” (disponível apenas para usuários registrados).

Bons modos (parte 1 de 2)

Descrição: Duas lições que explicarão uma variedade de bons costumes na ética islâmica para fazer de nós melhores seres humanos. 

Por Imam Mufti (© 2015 IslamReligion.com)

Publicado em 12 Jan 2020 - Última modificação em 25 Jun 2019

Impresso: 2 - Enviado por E-mail: 0 - Vizualizado: 354 (média diária: 1)

Categoria: Lições > Estilo de Vida, Valores Morais e Práticas Islâmicas > Valores Morais e Práticas Gerais


Objetivos:

·       Reconhecer a importância dos bons modos.

·       Aprender dez bons costumes islâmicos. 

Introdução

Quando foi perguntado pelo melhor dos crentes, o Profeta Muhammad (que a misericórdia e as bênçãos estejam sobre ele) contestou: "São aqueles que têm melhor caráter e os melhores modos.”[1]

O bom caráter será o trabalho virtuoso mais pesado colocado na escala das obras de uma pessoa no Dia do Julgamento.

O Profeta Muhammad disse: "Nenhuma obra que seja colocada na escala das obras (no Dia do Juízo) será mais pesada do que o bom caráter. De fato, uma pessoa com bom caráter alcançará o posto daqueles com um bom histórico de jejum e orações voluntárias." [2]

1.   Veracidade

O Islam ensina que a veracidade é muito mais do que dizer a verdade. No Islam a veracidade é a conformidade do externo com o interno, a ação com a intenção, o discurso com a crença, a prática com a pregação. O Profeta Muhammad disse: 

“Ordeno-lhes que sejam verazes, por que a veracidade conduz à bondade, e a bondade conduz ao Paraíso. Um homem continua sendo veraz e se esforça por ser veraz até que é registrado como uma pessoa veraz perante Allah. E cuidem-se com a falsidade, porque a falsidade conduz ao pecado, e o pecado conduz ao Fogo. Deste modo, se um homem disser sempre mentiras, será registrado como um mentiroso perante Allah." [3]

2.   Honestidade e Integridade

A honestidade, é um ingrediente essencial do caráter do muçulmano, inclui ser veraz com Allah, adorando-O sinceramente; ser veraz consigo mesmo, aderindo às leis de Allah, e veraz com os demais ao dizer a verdade e ser honesto em todos os assuntos, tais como a compra, a venda e o matrimônio. Não deve haver fraude, engano, falsificação ou retenção de informação, senão que uma pessoa deve ser a mesma, por dentro e por fora.

O Alcorão diz:

“Ai dos fraudadores, aqueles que, quando alguém lhes mede algo, exigem a medida plena. Porém, quando eles medem ou pesam para os demais, burlam-nos. Porventura, não consideram que serão ressuscitados, para o Dia terrível?” (Alcorão 83:1-6)

3.   Tolerância

Embora os muçulmanos possam discordar de outros sistemas ideológicos e dogmas religiosos, não deve impedi-los de uma interação tolerante e respeitosa com os muçulmanos:

"E não disputeis com os adeptos do Livro, senão da melhor forma, exceto com os iníquos, dentre eles. Dizei-lhes: Cremos no que nos foi revelado, assim como no que vos foi revelado antes; nosso Deus e o vosso são Um e a Ele nos submetemos." (Alcorão 29: 46)

Ao longo de sua história o Islam tem concedido aos povos de outras religiões o mais alto grau de tolerância, permitindo seguir seus caminhos, ainda que algumas de suas práticas possam ter estado em conflito com a religião da maioria. 

Inclusive entre eles mesmos, os muçulmanos deveriam ser geralmente tolerantes com suas diferenças. 

4.   Ser amável e compassivo

A bondade é um selo do muçulmano. Allah disse de Si mesmo: 

"Allah é Compassivo e Misericordioso com as pessoas." (Alcorão 2:143)

Allah descreve o Profeta Muhammad como amável no Alcorão (9:128).O Mensageiro de Allah disse: “O crente é bondoso e clemente, pois não há bem naquele que não é bondoso e clemente. As melhores pessoas são aquelas que são mais benéficas para os outros.[4]

Inclusive ordenou que suas esposas fossem bondosas: “Oh Aisha, Allah é bondoso e ama a bondade em todos os assuntos." [5]

5.   Confiabilidade

Uma parte importante do nobre caráter islâmico é ser digno de confiança. O Profeta Muhammad era conhecido, mesmo antes de ser Profeta, como Al Amin (o Confiável). Ser digno de confiança significa ser honesto, justo no tratamento e pontual, bem como honrar os acordos e cumprir promessas e compromissos.

O Profeta Muhammad disse:

“Allah disse: 'No Dia do Juízo, irei me opor a três pessoas: um homem que recebeu algo em Meu Nome e depois traiu; um homem que vende um homem livre (como escravo) e usa seu lucro; e um homem que contrata um trabalhador, faz uso do seu serviço e depois não lhe dá o salário.’”[6]

6.   Humildade

A humildade é uma das maiores bênçãos que Allah pode conceder a um ser humano. Permite que se consiga uma submissão genuína a Allah. A humildade vem de conhecer Allah e reconhecer Sua grandeza, adorar, amar e temer a Ele; e vem de conhecer a si mesmo e suas próprias falhas e fraquezas. Allah dá essa característica àqueles que se esforçam para aproximar-se d'Ele por meio de obras de piedade e retidão. O Profeta Muhammad disse:

“A riqueza não diminui por causa da caridade, e Allah aumenta a honra do Seu servo quando perdoa aos outros. E nada se humilha perante Allah, sem que Allah o eleve (em status).”[7]

Espera-se que um muçulmano respeite aos demais e seja modesto com eles. 

7.   Ser justo e equitativo

Na perspectiva do mundo islâmico, a justiça denota em colocar as coisas nos lugares que lhes correspondem. Também significa dar aos demais um tratamento igualitário. O Profeta do Islam declarou:

“Existem sete categorias de pessoas as quais Allah amparará debaixo de Sua sombra no dia que não haverá sombra, exceto a Sua. Um deles é o líder justo."

Allah falou a Seu Mensageiro desta maneira:

“Ó servos Meus, Eu proibi a injustiça para Mim, e a proíbo a vocês. Assim, evitem de serem injustos uns com os outros.”[9]

8.   Generosidade

A generosidade estava entre as inúmeras virtudes do Profeta Muhammad. Ele era o mais generoso das pessoas e costumava ser ainda mais generoso durante o Ramadan.

Algumas pessoas se aproximaram do Profeta Muhammad e perguntaram a ele: “Se alguém não tem nada para dar, o que fazer? Ele disse: 'Deve trabalhar com suas mãos e se beneficiar a si mesmo e também dar em caridade (do que ganhar)'. As pessoas perguntaram novamente: 'Se não podem fazer nem isso sequer?' Ele respondeu: 'Deverá ajudar o necessitado que pede ajuda'. E seguiram perguntando: 'E se não pode fazer isso?' Ele contestou: 'Então devem fazer boas obras e manterem-se afastados das más e isso será considerado como uma obra de caridade."[10]

9.   Ser agradecido

Um muçulmano agradece sempre a Allah por todas as Suas inumeráveis bênçãos. Há muitas maneiras de expressar gratidão. A primeira e mais importante maneira é adorá-Lo da maneira que Ele estabeleceu. Os Cinco Pilares do Islam foram ordenados por Allah e nos guiam a adorá-Lo facilmente. O crente também expressa a sua gratidão dando caridade. Allah diz:

“Recordai-vos de Mim, que Eu Me recordarei de vós. Agradecei-Me e não Me sejais ingratos!” (Alcorão 2:152)

O muçulmano também aprecia e agradece as pessoas que o favorecem. Allah disse:

“Acaso a recompensa do bem, não é o próprio bem?” (Alcorão 55:60)

O Profeta Muhammad disse: “A aquele que te faça um favor, devolva-o; se você não encontrar nada com que retribuir o favor, ore por ele até pensar que você devolveu o favor.[11]

10.        Perdoar

O perdão significa renunciar ao direito de represália que você tem sobre alguém que possa ter feito mal. Allah oferece inumeráveis recompensas para aqueles que perdoam. Disse Allah no Alcorão:

"Que os tolerem e os perdoem. Não vos agradaria, por acaso, que Deus vos perdoasse? Ele é Indulgente, Misericordiosíssimo." (Alcorão 24:22)

"Ao contrário, quem perseverar e perdoar, saberá que isso é um fator determinante em todos os assuntos." (Alcorão 42:43)

"… que reprimem a cólera; que indultam o próximo. Sabei que Deus aprecia os benfeitores." (Alcorão 3:134)

A incapacidade de perdoar pode nos afetar profundamente, de forma emocional, espiritual e inclusive física; causa estresse e má saúde. 



Notas de rodapé:

[1] Tirmidhi, Abu Dawud

[2] Tirmidhi

[3] Sahih Muslim

[4] Mu’jam Al-Awsat

[5] Sahih Al-Bukhari, Sahih Muslim

[6] Sahih Al-Bukhari

[7] Sahih Muslim

[8] Sahih Muslim

[9] Sahih Muslim

[10] Sahih Al-Bukhari

[11] Abu Dawud

Teste e Navegação Rápida
Ferramentas da Lição
RuimÓtimo  Avalie
| More
Deixe-nos sua Opinião ou Pergunta

Além disso, você poderá perguntar através do chat ao vivo disponível aqui.