Linguagens

Níveis

Ajuda ao Vivo Através do Chat

 

Sobre este Site

Bem-vindo ao site eLearning da New Muslims. Este site é para muçulmanos recém-convertidos que desejam aprender sua nova religião de uma maneira fácil e sistemática. As aulas estão organizadas em níveis. Então, primeiro vá para a lição 1 do nível 1. Estude-a e depois faça o seu teste. Quando for aprovado, vá para a lição 2 e assim por diante. Felicidades.

Comece Aqui

É altamente recomendável registrar-se para que suas notas e progresso sejam salvos.  Então, primeiro registre-se aqui, depois comece com a lição 1 no nível 1 e daí em diante passe para a próxima lição. Estude ao seu gosto. Cada vez que retornar a este site, clique no botão “Leve-me onde estava” (disponível apenas para usuários registrados).

A crença nos Anjos

Descrição: Uma lição da perspectiva islâmica sobre a crença nos anjos, sua existência, atributos, tarefas, número, nomes e habilidades.

Por Imam Mufti

Publicado em 10 Dec 2019 - Última modificação em 25 Jun 2019

Impresso: 9 - Enviado por E-mail: 0 - Vizualizado: 396 (média diária: 1)

Categoria: Lições > Crenças Islâmicas > Artigos da Fé


Pré-requisitos

·     Uma introdução aos pilares do Islam e aos artigos da fé (2 partes).

Objetivos

·      Aprender o que a crença nos anjos implica.

·       Familiarizar-se com a verdadeira realidade dos anjos, conforme descrito no Islam.

·       Aprender sobre o número, nomes, habilidades e tarefas dos anjos.

·      Apreciar que a crença nos anjos não significa que Allah precisa de Sua criação.

Termos em árabe

·      Iman  Fé, crença ou convicção.

·       Caaba  A estrutura em forma de cubo localizada na cidade de Meca. Serve como um ponto focal para o qual todos os muçulmanos são direcionados quando oram.

A crença nos anjos é um dos seis pilares da crença (Iman) no Islam. O que significa:

(i)   acreditar na realidade dos anjos

(ii)  os nomes atribuídos aos anjos

(iii) as tarefas e habilidades dos anjos no céu e na terra.

Realidade dos anjos

Anjos não são "forças gentis da natureza", hologramas de imagens ou ilusões. Também não são como um bebê gordo e querubim com uma aura sobre a cabeça, como geralmente é mostrado nas ilustrações cristãs. Eles são reais, criados, mas geralmente escondidos dos nossos sentidos. Eles não têm qualidades divinas e não são associados de Deus que lidam com diferentes distritos do universo. Além disso, eles não são objetos a serem adorados ou orados, pois não intercedem por nós a nosso pedido, nem fazem nossas orações a Deus. Todo mundo se submete a Deus e guarda Seus mandamentos. Não há anjos caídos; eles não são divididos em anjos "bons" e "maus". Os seres humanos não se tornam anjos após a morte.

Anjos foram criados a partir da luz antes dos seres humanos. Anjos são belas criaturas com asas, como descrito no Alcorão.

Os anjos formam hierarquias e ordens diferentes, no sentido de serem de tamanhos, status e méritos diferentes. Os melhores foram os presentes na batalha de Badr, que lutaram ao lado do Profeta contra os pagãos de Meca.

    Eles são grandes. O maior deles é Gabriel. Nosso Profeta realmente o viu em sua forma original. Tinha seiscentas asas e cobria o horizonte. Joias, pérolas e rubis caíram de suas asas, de uma maneira que somente Allah sabe. Além disso, os assistentes do Trono de Deus estão entre os anjos mais importantes. Eles amam os crentes e buscam que Allah perdoe seus pecados. Eles carregam o Trono de Allah, sobre um dos quais o Profeta disse:

“Recebi permissão para falar sobre um dos anjos de Allah que carrega o Trono. A distância entre os lóbulos das orelhas e dos ombros é equivalente a uma jornada de setecentos anos.” (Abu Dawud)

Eles não comem nem bebem. Quando Abraão colocou um bezerro na frente dos anjos visitantes que lhe trouxeram as boas novas de um filho, eles se recusaram a comer:

“E voltou rapidamente para os seus, e trouxe (na volta) um bezerro cevado. Que lhes ofereceu... Disse (ante a hesitação deles): Não comeis? Então sentiu medo deles. Disseram-lhe: Não temas! E anunciaram-lhe (o nascimento de) uma criança, que seria sábia.”(Alcorão 51:26-28)

Os anjos não se aborrecem ou se cansam de lembrar ou adorar a Deus:

“Eles o glorificam noite e dia, sem cessar.” (Alcorão 21:20)

O número de anjos

Quantos anjos existem? Só Deus sabe. Al-Bayt al-Ma'mur é uma casa sagrada nos céus acima da Caaba, a casa sagrada, negra e cúbica em Meca. Todos os dias setenta mil anjos a visitam e partem, sem nunca voltar, vindo outro grupo atrás deles.[1]

O Mensageiro de Allah disse:

 “O inferno será trazido naquele dia por setenta mil cordas, cada uma das quais será puxada por setenta mil anjos.” (Sahih Muslim)

O nome dos anjos

Somos obrigados a acreditar nos nomes dos anjos que foram mencionados no Alcorão e na Sunnah. Eles incluem:

Gabriel (Jibril em árabe), Miguel (Mikail), Israfil, Malik - o guardião dos portões do inferno, Munkar e Nakir, e Harut e Ma'''''''''''''''''rut, entre outros.

Os nomes Rafael e Azrael não são baseados em textos islâmicos. Acima, apenas Gabriel e Miguel são mencionados na Bíblia.

Habilidades angelicais

Os anjos têm grandes poderes que Allah lhes deu.

Eles têm a capacidade de adotar diferentes formas próprias. No momento da concepção de Jesus, Allah enviou o anjo Gabriel a Maria na forma de um homem, como Allah diz no Alcorão:

“… e lhe enviamos o Nosso Espírito (Gabriel), que lhe apareceu personificado, como um homem perfeito..” (Alcorão 19:17)

Os anjos também vieram a Abraão em forma humana, e ele não sabia que eles eram anjos até que lhe dissessem. Da mesma forma, os anjos vieram a Lot para livrá-lo do perigo e vieram na forma de jovens com rostos bonitos. Gabriel costumava vir ao Profeta Muhammad, que a misericórdia e as bênçãos de Allah estejam sobre ele, de diferentes maneiras. Às vezes, aparecia na forma de um de seus belos companheiros, e outras vezes na forma de um beduíno.

    Os anjos têm a capacidade de adotar formas humanas em certas circunstâncias que envolvem seres humanos comuns, como aqueles que procuraram o homem que matou cem pessoas e aqueles que foram aos cegos, carecas e leprosos.

   A maior velocidade conhecida pelo homem é a velocidade da luz; os anjos são capazes de viajar muito mais rápido. Dificilmente alguém terminava de fazer uma pergunta ao Profeta, sem que Gabriel já tivesse a resposta de Allah.

   Gabriel é o mensageiro de Deus para a humanidade. Ele transmitiu a revelação de Allah aos Seus Mensageiros. Allah disse:

          “Quem for inimigo de gabriel, saiba que ele, impregnou-te(o Alcorão) no coração, para confirmar o que lhe foi revelado antes; é orientação e anuncio de boas-novas para os crentes.’” (Alcorão 2:97) 

Tarefas dos anjos

Alguns anjos são responsáveis ​​por executar a lei de Deus no mundo físico. Michael é responsável pela chuva, direcionando-a para onde Allah quiser. Ele tem ajudantes, que fazem o que ele lhes diz, por ordem de seu Senhor; eles dirigem os ventos e as nuvens, como Allah deseja. Outro é responsável por tocar a trombeta, que será tocada por Israfil no início do Dia do Juízo. Outros são responsáveis ​​por remover as almas dos corpos na hora da morte: esses são o Anjo da Morte e seus ajudantes. Allah disse:

“Diga-lhes: O anjo da morte, que foi designado para vos guardar, recolher-vos-á, e logo retornareis ao vosso senhor.’” (Alcorão 32:11)

Depois, há os anjos da guarda pessoais, responsáveis ​​por proteger o crente durante toda a sua vida, quando ele fica em casa ou quando viaja, quando está dormindo ou quando está acordado. Esses são os "anjos em sucessão" sobre os quais Allah disse:

“Cada (uma das pessoas) tem (anjos) protetores. Escoltam-no em turnos sucessivos, por ordem de Deus.” (Alcorão 13: 10-11)

Outros são responsáveis por registrar os atos dos homens, os bons e os maus. Estes são os "escribas honoráveis" (kiraman katibin).

Munkar e Nakir são responsáveis por interrogar as pessoas na sepultura.

Entre eles estão aqueles que cuidam do Paraíso e dos dezenove guardas do Inferno, cujo líder é 'Malik'.

     Também existem anjos responsáveis por soprar a alma no feto e anotar suas provisões, vida útil, ações e se será infeliz ou feliz.

Alguns anjos estão vagando, viajando pelo mundo em busca de reuniões onde Deus é lembrado. Também existem anjos que constituem o exército celestial de Deus, de pé em filas, que nunca se cansam ou se sentam, e outros que se curvam ou se prostram e nunca levantam a cabeça, sempre em adoração a Allah.

Como aprendemos anteriormente, os anjos são uma grande criação de Deus, que varia em número, papéis e habilidades. Deus não precisa dessas criaturas, mas ter conhecimento e crer nelas é um aumento no temor e admiração que alguém sente por Deus, pois Ele é capaz de criar o que deseja, e de fato a magnificência de Sua criação é uma prova da magnificência do Criador.

 



Notas de rodapé:

[1] Sahih Al-Bukhari

Teste e Navegação Rápida
Ferramentas da Lição
RuimÓtimo  Avalie
| More
Deixe-nos sua Opinião ou Pergunta

Além disso, você poderá perguntar através do chat ao vivo disponível aqui.