Linguagens

Níveis

Ajuda ao Vivo Através do Chat

 

Sobre este Site

Bem-vindo ao site eLearning da New Muslims. Este site é para muçulmanos recém-convertidos que desejam aprender sua nova religião de uma maneira fácil e sistemática. As aulas estão organizadas em níveis. Então, primeiro vá para a lição 1 do nível 1. Estude-a e depois faça o seu teste. Quando for aprovado, vá para a lição 2 e assim por diante. Felicidades.

Comece Aqui

É altamente recomendável registrar-se para que suas notas e progresso sejam salvos.  Então, primeiro registre-se aqui, depois comece com a lição 1 no nível 1 e daí em diante passe para a próxima lição. Estude ao seu gosto. Cada vez que retornar a este site, clique no botão “Leve-me onde estava” (disponível apenas para usuários registrados).

As orações: Nível avançado (parte 1 de 2)

Descrição: A lição ensinará os "pilares essenciais" da oração ritual diária (salah) e os atos que a invalidam.

Por Imam Mufti (© 2015 IslamReligion.com)

Publicado em 09 Jan 2020 - Última modificação em 25 Jun 2019

Impresso: 3 - Enviado por E-mail: 0 - Vizualizado: 362 (média diária: 1)

Categoria: Lições > Atos de Adoração > As Orações


Objetivos:

·       Aprender os arkan do salah.

·       Aprender cinco atos que invalidam o salah.

Termos em árabe:

·       Salah – Palavra árabe para indicar a conexão direta entre o crente e Allah. Mais especificamente, no Islam, refere-se às cinco orações diárias obrigatórias e é o ato de adoração mais importante. 

·       Rukn – (plural: arkan) pilar essencial, um pilar sem o qual algo não pode substituir.

·       Qiblah  A direção em que nos orientamos durante as orações.

·       Surah – Capítulo do Alcorão.

·       Hadith – (plural – ahadith) é um relato ou história. No Islam se refere a um registro narrativo dos ditos e ações do Profeta Muhammad e de seus companheiros. 

·       Tashahhud – A frase: “At-tahi-atu lil-lahi…. Muhammadan abduhu wa rasuluh.” na posição sentada durante a oração. 

·       Wudu – Ablução.

·       Wajib – (plural: wajibaat) obrigatório.

Os eruditos categorizam diferentes ações e ditos da oração: em pilares essenciais (arkan), atos obrigatórios (wajibaat), e recomendáveis.

Prayers-Advanced.jpgA diferença entre um rukn (pilar essencial) e o wajib (ato obrigatório) é que não se pode abandonar o rukn, nem por omissão deliberada, nem por erro, senão, que deve ser feito. Um wajib (ato obrigatório) deve ser compensado se alguém se esquecer dele, e pode ser corrigido na prostração do esquecimento (a ser discutido mais tarde).

Nesta lição aprenderemos primeiro os arkan (pilares essenciais).

Pilares essenciais (Arkan) do Salah

1. Dizer ‘Allahu Akbar’ no início

O Profeta disse a uma pessoa que não rezou corretamente: "Quando orientar-se a qiblah diga Allahu Akbar.[1]

2. Recitar a Surah al-Fatihah

O Profeta disse: “Não há oração para quem não recita a Abertura do Livro (Surah al-Fatihah).”[2]

3. Ficar de pé durante as orações obrigatórias se for possível fazê-lo

Baseado no versículo, “e apresente-se a Allah com total devoção.” (Alcorão 2:238)

Além disso, o Profeta disse, “Rezem de pé; se não podem, rezem sentados, se não podem, rezem (recostados) de lado.”[3]

4. Inclinação

Isto se baseia no dito do Profeta em que a pessoa não rezou corretamente: “Então fica tranquilo até te sentires confortável a inclinar-te.”[4]

E permanecer nesta posição até alcançar a "calma".

Falando da importância desta questão, ele disse: "As piores pessoas são os ladrões que roubam parte da oração. Perguntaram-lhe como era isso, e ele respondeu: "Não completam as suas inclinações e prostrações", ou ele disse: "Eles não endireitam as costas durante as suas inclinações e prostrações."[5]

“A oração de quem não endireita as costas nas inclinações e prostrações não se cumpriu.”[6]

5. Erguendo-se da inclinação

Isto se baseia no hadith, “Logo, erga-se ate que esteja reto.” (Bukhari, Muslim).

6. Prostração

Isto se baseia no hadith, “Logo prostre-se até que se sinta confortável na prostração.”

7. Sentar entre duas prostrações

Isto se baseia no hadith, “Em seguida, endireite-se (a partir da prostração) até se sentir confortável.”

8. Alcançar a calma

Uma pessoa rezava depressa demais, sem rezar com tranquilidade. O Profeta desaprovou sua rapidez e disse: "Não rezaste."

Alcançar a calma significa que cada parte do corpo assuma a posição apropriada antes de se mover de uma posição para outra.

9. Recitar o tashahhud final

Isto será feito na parte final da oração. As palavras do tashahhud foram ensinadas pelo próprio Profeta. Ibn Mas’ud, um companheiro do Profeta, disse: “Antes de ser  obrigatório dizer o tashahhud, costumávamos dizer: 'A paz esteja com Allah e a paz esteja com Gabriel e Miguel' então o Mensageiro de Allah disse: 'Não diga isso, diga: 'Todas as saudações são para Allah...’”[7].

10.   Sentar-se para dizer o tashahhud final

Esta será a parte final da oração.

11. Enviar as bençãos ao Profeta depois do último tashahhud

Isto deve ser feito depois de dizer o último tashahhud.

12. Dizer ‘As-Salamu Alaikum wa-Rahmatullah’ para finalizar a oração

Em uma oração obrigatória tem que ser dito duas vezes, mas em uma oração fúnebre é suficiente dizê-lo apenas uma vez.

13. Seguir a ordem

Todos os "pilares essenciais" do salah devem ser realizados na ordem correta.

Atos que invalidam a oração

Há certos atos que, se realizados, invalidariam a oração. O que isso significa é que uma pessoa tem que começar a oração desde o início.

1. Ter a certeza que perdeu o wudu

Um homem queixou-se ao Mensageiro de Allah por sentir algo (no abdômen) durante a oração. O Profeta disse: "Não o deixe (o salah) a menos que ouça um som ou sinta um cheiro.”[8]

Isso não significa que você só deixa o salah quando ouve um som ou sente um cheiro. Se você tem certeza de ter expelido um gás, seu wudu foi perdido e você deve fazê-lo novamente e começar a oração desde o início.

2. Não realizar intencionalmente um rukn o pré-requisito da oração sem uma desculpa válida

Isto se baseia no que o Profeta disse ao homem que não rezou corretamente: "Volte e reze porque você não rezou.”[9]

Da mesma forma, o Profeta disse a uma pessoa que não havia lavado um local da parte superior dos seus pés para repetir o wudu e a oração[10]

3. Comer ou beber intencionalmente durante a oração

Os estudiosos muçulmanos concordam que uma pessoa que intencionalmente come ou bebe durante uma oração deve repeti-la.

4. Falar intencionalmente durante a oração

O Companheiro Zaid ibn al-Arqam disse, “Costumávamos falar durante a oração. As pessoas conversavam entre si, lado a lado, enquanto rezavam. Até que foi revelado: "E apresentai-vos diante de Allah com total devoção" (Alcorão 2:238). Então, foi-nos ordenado que permanecêssemos em silêncio e nos foi proibido falar.”[11]

5. Rir durante a oração

Os estudiosos muçulmanos concordam que a risada invalida a oração.



Notas de rodapé:

[1] Sahih Al-Bukhari, Sahih Muslim

[2] Sahih Al-Bukhari, Sahih Muslim

[3] Sahih Al-Bukhari

[4] Sahih Al-Bukhari, Sahih Muslim

[5] Hakim

[6] Ibn Khuzaimah, Ibn Hibban, Tabarani, Baihaqi

[7] Nasai

[8] Bukhari, Muslim, Abu Daud

[9] Bukhari, Muslim

[10] Abu Daud

[11] Bukhari, Muslim

Teste e Navegação Rápida
Ferramentas da Lição
RuimÓtimo  Avalie
| More
Deixe-nos sua Opinião ou Pergunta

Além disso, você poderá perguntar através do chat ao vivo disponível aqui.