Linguagens

Níveis

Ajuda ao Vivo Através do Chat

 

Sobre este Site

Bem-vindo ao site eLearning da New Muslims. Este site é para muçulmanos recém-convertidos que desejam aprender sua nova religião de uma maneira fácil e sistemática. As aulas estão organizadas em níveis. Então, primeiro vá para a lição 1 do nível 1. Estude-a e depois faça o seu teste. Quando for aprovado, vá para a lição 2 e assim por diante. Felicidades.

Comece Aqui

É altamente recomendável registrar-se para que suas notas e progresso sejam salvos.  Então, primeiro registre-se aqui, depois comece com a lição 1 no nível 1 e daí em diante passe para a próxima lição. Estude ao seu gosto. Cada vez que retornar a este site, clique no botão “Leve-me onde estava” (disponível apenas para usuários registrados).

O questionamento no túmulo (parte 1 de 2): A morte não é o fim

Descrição: O que acontece com a pessoa depois da morte.

Por Aisha Stacey (© 2014 NewMuslims.com)

Publicado em 02 Jan 2020 - Última modificação em 24 Feb 2015

Impresso: 3 - Enviado por E-mail: 0 - Vizualizado: 383 (média diária: 1)

Categoria: Lições > Crenças Islâmicas > A Próxima Vida


Objetivo:

·       Entender que o túmulo é o primeiro estágio da vida na Outra Vida.

Termos em árabe:

·       Hadith – (plural – ahadith) é uma peça de informação ou uma história. No Islam é uma narrativa registrada dos ditos e ações do Profeta Muhammad e seus companheiros.

·       Sahabah – a forma plural de "Sahabi", que se traduz em companheiros. Um sahabi, como a palavra é comumente usada hoje, é alguém que viu o Profeta Muhammad, acreditou nele e morreu como muçulmano.

·       Barzakh – Estágio intermediário entre esta vida e a ressurreição. 

·       Ghayb – O oculto, o invisível, ou o desconhecido.

QuestioninginGrave1.jpgA sepultura é a morada do corpo após a morte, e a morte é algo que todos experimentaremos. Não há como negar ou esconder-se dela. Ela chegará a todos e a cada um de nós. Alguns morrerão mais cedo em sua vida útil do que outros, de acordo com a vontade de Allah, mas todos que vivem morrerão no tempo determinado, seja ele um dos piedosos ou maus. Portanto, é importante que todos e cada um de nós entendamos o que acontecerá depois que morrermos. Nós morremos e somos enterrados, mas isso não é o fim, pelo contrário, é apenas o começo.

“Cada alma experimentará a morte...” (Alcorão 3:185)

Os Profetas de Allah convidaram as pessoas para adorarem ao Deus Único, Allah o Poderoso, e eles também as ensinaram a acreditar na vida após a morte. Era considerado um conceito extremamente importante, tanto que a falta de crença nele tornava todas as crenças sem sentido. De acordo com isso, um dos "pilares da fé" é a crença na vida após a morte. Esta vida é frequentemente referida como a Outra Vida, e o primeiro estágio da Outra Vida é a vida no túmulo

Em um hadith autêntico, o Profeta Muhammad disse: “A sepultura é o primeiro estágio da Outra Vida …”[1]  Com isso em mente, é importante lembrar que esta vida mundana é uma série de provações e testes que determinam nosso lugar na outra vida. Todas as ações são registradas e formam a base de qualquer punição ou recompensa que uma pessoa está destinada a receber.

“Isso, pelo que vossas mãos anteciparam! E porque Allah não é injusto com os servos.” (Alcorão 3:182)

“E eis o Paraíso, que vos fizeram herdar, pelo que fazíeis.” (Alcorão 43:72)

A vida no túmulo é frequentemente chamada de vida no Barzakh. Barzakh significa literalmente um obstáculo, impedimento ou algo que separa uma coisa da outra, como esta descrição a seguir no Alcorão:

“Desenleia os dois mares, para se depararem; entre ambos, há uma barreira; nenhum dos dois comete transgressão.” (Alcorão 55:19-20)

Como tal, é uma barreira que não pode ser ultrapassada, exceto com a permissão de Allah. No contexto da vida e da morte, Barzakh é o período entre a morte de uma pessoa e sua ressurreição no Dia do Julgamento. A própria natureza da vida no Barzakh é uma questão do ghayb e, portanto, seus detalhes são conhecidos apenas por Allah. No entanto, Allah revelou alguns assuntos do ghayb ao Profeta Muhammad e ele, por sua vez, as transmitiu para nós.

Depois de qualquer enterro, o Profeta Muhammad lembrava seus companheiros de pedir perdão por seu irmão ou irmã e pedir a Allah que eles permanecessem firmes no momento do interrogatório.[2] Isso  porque o Profeta Muhammad disse que o que vem depois do enterro pode ser realmente muito difícil. Depois de informar ao seu sahabi que o túmulo é o primeiro estágio da outra vida, o Profeta Muhammad disse: “... se alguém encontrar a salvação (neste estágio), as seguintes (etapas) se tornarão fáceis, e se ele não encontrar a salvação, o que se segue a este estágio lhe será muito difícil.” A amada esposa do Profeta Muhammad, Aisha, lembra que o Profeta costumava buscar refúgio com Allah regularmente, do tormento e tribulações da sepultura.[3] E os sábios do Islam entenderam que as tribulações referem-se ao questionamento

Assim, seria pertinente seguirmos o seu exemplo e buscar refúgio com Allah de ser punido na sepultura. O próprio Profeta Muhammad, em um hadith relativamente longo, mas muito descritivo e informativo, explica com muita clareza o que acontecerá antes do interrogatório. Era um assunto em que os sahabah estavam muito interessados e descreveram a si mesmos como sentados como pássaros, o que significa que estavam quietos e imóveis ao ouvir o Profeta Muhammad falar sobre a vida na sepultura.[4]

“Quando o servo crente está prestes a deixar este mundo e entrar no outro, descem a ele anjos com rostos brancos como o sol, e sentam-se ao seu redor até onde os olhos podem ver. Trazem mortalhas e perfumes do Jannah (morada celestial). Então o Anjo da Morte vem e senta-se à sua cabeça, e diz: 'Ó boa alma, venha ao perdão de Allah e Seu prazer.' Então ela sai tão fácil quanto uma gota de água sai da boca do odre. Quando ele a pega, não a deixam em sua mão nem por um instante antes de pegá-la e colocá-la naquela mortalha com aquele perfume, e daí surge uma fragrância parecida com o melhor almíscar da face da terra. Então eles ascendem e não passam por nenhum grupo de anjos, mas dizem: 'Quem é essa boa alma?' E dizem: 'É fulano e sicrano, o filho de fulano e sicrano', chamando-o pelos melhores nomes pelos quais era conhecido neste mundo, até chegarem ao céu mais baixo. Eles pedem que o céu se abra para eles, e assim é feito, e (a alma) é recepcionada e acompanhada para o próximo céu por aqueles que estão mais próximos de Allah, até chegarem ao sétimo céu. Então Allah diz: 'Registre seu lugar no livro e devolva-o ao pó, pois dele Eu os criei, a ele os devolverei, e a partir do qual os trarei novamente.' Assim, sua alma é reunida ao seu corpo, e a ele chegam dois anjos que o fazem se sentar.”

Continua na lição 2.



Notas de rodapé:

[1] At Tirmidi, Ibn Majah

[2] Abu Dawud

[3] Sahih Al-Bukhari

[4] Abu Dawud, Iman Ahmad

Ferramentas da Lição
RuimÓtimo  Avalie
| More
Deixe-nos sua Opinião ou Pergunta

Além disso, você poderá perguntar através do chat ao vivo disponível aqui.

Outras Lições neste Nível7