Linguagens

Níveis

Ajuda ao Vivo Através do Chat

 

Sobre este Site

Bem-vindo ao site eLearning da New Muslims. Este site é para muçulmanos recém-convertidos que desejam aprender sua nova religião de uma maneira fácil e sistemática. As aulas estão organizadas em níveis. Então, primeiro vá para a lição 1 do nível 1. Estude-a e depois faça o seu teste. Quando for aprovado, vá para a lição 2 e assim por diante. Felicidades.

Comece Aqui

É altamente recomendável registrar-se para que suas notas e progresso sejam salvos.  Então, primeiro registre-se aqui, depois comece com a lição 1 no nível 1 e daí em diante passe para a próxima lição. Estude ao seu gosto. Cada vez que retornar a este site, clique no botão “Leve-me onde estava” (disponível apenas para usuários registrados).

Os Califas Bem Guiados: Uthman ibn Affan (parte 2 de 2)

Descrição: Uma breve biografia do companheiro, amigo do Profeta Muhammad e terceiro Califa Bem Guiado do Islam, e uma breve análise em algumas de suas realizações e desafios.

Por Aisha Stacey (© 2013 NewMuslims.com)

Publicado em 02 Jan 2020 - Última modificação em 23 Mar 2015

Impresso: 3 - Enviado por E-mail: 0 - Vizualizado: 328 (média diária: 1)

Categoria: Lições > O Profeta Muhammad > Seus Companheiros


Objetivos:

·       Aprender sobre a vida de Uthman ibn Affan e entender sua importância na história do Islam.

Termos em árabe:

·       Khalifah (plural: Khulafa’) – Califa.  Às vezes soletrado Khalif. Ele é o principal governante religioso e civil muçulmano, considerado o sucessor do Profeta Muhammad. Um Califa não é um monarca.

·       Ummah – Refere-se à toda comunidade muçulmana, a despeito de cor, raça, idioma ou nacionalidade.

·       Rakah – Unidade de oração.

Uthman2.jpgCerta vez, enquanto o Profeta, que a misericórdia e as bênçãos de Allah estejam sobre ele, estava no Monte Uhud em Madina, o monte tremeu e o Profeta o bateu com uma vara e disse, "Ó, Uhud, fique firme! Verdadeiramente, sobre ti está um Profeta, um Sid’diq (verdadeiro) e dois mártires." O termo Sid’diq’ foi em referência à Abu Bakr, o primeiro Califa do Islam, e os dois mártires eram Umar e Uthman. Uthman tornou-se um khalifah (Califa) depois do assassinato de Umar ibn Al-Khattab em 644 E.C. Ele governou por 12 anos, e durante seu governo o Iran, a maioria do Norte da África, os Cáucasos e o Chipre foram adicionados ao império islâmico. Em seu leito de morte, Umar, o segundo Califa da Ummah apontou um conselho de seis homens para escolher um novo líder. Assim, Uthman ibn Affan foi indicado como Califa através de um processo de consulta e deliberação cuidadosa. Uthman já tinha quase 70 anos quando assumiu sua nomeação.

Ele foi o primeiro Califa a organizar uma marinha. Ele reorganizou as divisões administrativas da Ummah e iniciou muitos projetos públicos. Sob o governo de Uthman, muitas mesquitas, escolas e hospedarias foram construídas ao longo do Califado sempre em expansão. Ele supervisionou a construção de canais para encorajar a agricultura e levantou questões sobre compra de terras em territórios conquistados. As pessoas o amavam porque era extremamente generoso, e ele organizou um sistema de bem-estar estruturado para os menos afortunados. Através desse sistema, as pessoas desfrutavam de luxos que o próprio Califa não desfrutava. Juntamente com essa qualidade exemplar, Uthman era muito firme e rigoroso quando se tratava de questões de justiça. Ele não tinha favoritismo em relação à sua família a esse respeito; depois que seu meio-irmão foi punido por um crime que havia cometido, o castigo não foi diminuído ou removido por causa de sua relação com o Califa.

Uthman também era muito humilde e podia ser visto dormindo sozinho na mesquita envolto em um cobertor sem companheiros ou guarda-costas ao seu redor, ou andando em uma mula. Ele era um homem devoto que amava o Alcorão com paixão. Foi durante seu reinado que os vários dialetos em que o Alcorão pode ser recitado foram padronizados em uma cópia conhecida hoje como 'Mushaf Uthman'. Esta cópia padronizada foi aceita por unanimidade pela Ummah e é a mesma cópia que lemos hoje.

Embora o califado estivesse se expandindo rapidamente, pessoas com segundas intenções começaram a espalhar sementes de dissidência entre jovens e inexperientes; assim, os últimos anos do reinado de Uthman foram marcados por uma rebelião. O Profeta, que a misericórdia e as bênçãos de Allah estejam sobre ele, profetizou que isso ocorreria, como disse: "O Islam funcionará sem problemas como uma pedra de afiar bem colocada, até o ano 35." O ano 35 marca aquele em que Uthman, que Allah esteja satisfeito com ele, foi morto.

Os rebeldes que se reuniram em Medina ,de várias partes do califado, cercaram a casa de Uthman por 40 dias, nos quais ele foi impedido de ter acesso à água potável. Ele saiu para falar com eles, mas alguns não estavam convencidos. A princípio, foram mantidos à distância pelo batalhão de companheiros que vigiavam sua casa, entre os quais Al-Hasan e Al-Hussain (os filhos de Ali), que Allah esteja satisfeito com todos eles. Uthman ordenou que todos voltassem para suas casas, pois não queria derramar o sangue de ninguém. Depois que saíram, os rebeldes invadiram sua casa e o assassinaram na frente de sua esposa. Quando a espada do assassino o golpeou, Uthman estava recitando o seguinte: “Então, Allah te bastará contra eles. E Ele é O Oniouvinte, O Onisciente.” (Alcorão 2:137)

O Profeta Muhammad profetizou que Uthman seria colocado em uma situação muito difícil quando disse: "Talvez Allah o vista com uma camisa, Uthman, e se as pessoas quiserem que você a tire, não a tire para eles." Embora esses rebeldes exigissem que ele deixasse o cargo de Califa, ele recusou e não cedeu às exigências. Seu amor por Allah e Seu mensageiro o mantinha forte e humilde diante da velhice e de extrema dificuldade.

Ferramentas da Lição
RuimÓtimo  Avalie
| More
Deixe-nos sua Opinião ou Pergunta

Além disso, você poderá perguntar através do chat ao vivo disponível aqui.

Outras Lições neste Nível7