Linguagens

Níveis

Ajuda ao Vivo Através do Chat

 

Sobre este Site

Bem-vindo ao site eLearning da New Muslims. Este site é para muçulmanos recém-convertidos que desejam aprender sua nova religião de uma maneira fácil e sistemática. As aulas estão organizadas em níveis. Então, primeiro vá para a lição 1 do nível 1. Estude-a e depois faça o seu teste. Quando for aprovado, vá para a lição 2 e assim por diante. Felicidades.

Comece Aqui

É altamente recomendável registrar-se para que suas notas e progresso sejam salvos.  Então, primeiro registre-se aqui, depois comece com a lição 1 no nível 1 e daí em diante passe para a próxima lição. Estude ao seu gosto. Cada vez que retornar a este site, clique no botão “Leve-me onde estava” (disponível apenas para usuários registrados).

 A menstruação

Descrição: Uma importante lição para as mulheres muçulmanas sobre as normas islâmicas prescritas para elas relativamente aos três tipos de sangramento que apresentam. As prescrições explicadas são significativas já que se relacionam com outros aspectos importantes da adoração.

Por Imam Mufti

Publicado em 12 Dec 2019 - Última modificação em 25 Jun 2019

Impresso: 4 - Enviado por E-mail: 0 - Vizualizado: 448 (média diária: 1)

Categoria: Lições > Atos de Adoração > As Orações


Objetivos

·       Distinguir entre menstruação, sangramento pós-parto e hemorragia.

·       Conhecer os atos permitidos e proibidos para as mulheres durante a menstruação ou o sangramento pós-parto.

·       Aprender a identificar o fim da menstruação e a secreção depois da menstruação.

Termos em árabe

·       Ghusul  Banho ritual.

·       Fajr, Dhuhr, Asr, Maghrib, Isha – Os nomes das cinco orações diárias no Islam.

·       Rakah  Unidade da oração.

·       Du’a  Súplica, prece, rogar a Allah por algo.

·       Dhikr (plural: adhkar) – Recordar  Allah.

·       Ramadan  O nono mês do calendário lunar islâmico.  É o mês em que foi prescrito o jejum obrigatório.

Introdução

Existem regulações especias no Islam legisladas para as mulheres em relação a três tipos de sangramento que experimentam: a menstruação, o sangramento pós-parto, e o sangramento anormal. As mulheres devem compreender as regras pertinentes a cada tipo, pois estão relacionados com aspectos importantes da adoração, tais como a purificação, a oração e o jejum. Esta lição tentará explicar as regras mais importantes relacionadas com cada tipo de sangramento.

A menstruação

A menstruação é a saída de sangue e tecido através da vagina que ocorre num ciclo mensal, e que não se deve a eventos específicos como o parto ou a rutura do hímen. Os períodos menstruais normalmente ocorrem uma vez por mês e duram por vários dias. A perda de sangue devido ao fluxo menstrual pode variar de mês para mês. As mulheres geralmente usam absorventes ou tampões para absorver o fluxo menstrual. O sangue menstrual é quase sempre de cor escura e não nítida.

Sangramento pós-parto

Este sangramento ocorre depois de um parto ou aborto. Não tem uma duração mínima, mas pode chegar a durar até quarenta dias. Umm Salamah disse:

“Durante a época do Profeta, a mulher no seu período pós-parto isolava-se por quarenta dias.” (al-Bukhari)

Uma mulher com sangramento pós-parto deve parar de rezar por quarenta dias, a menos que o sangramento pare antes disso. Se o sangramento parar antes desse tempo, ela deve fazer o ghusl (banho ritual) e retomar a prática da oração. Se ainda assim ver sangue depois dos quarenta dias, a maioria dos eruditos defende que não deve suspender a oração. O sangue do sangramento pós-parto também é geralmente escuro.

Ações proibidas

A sabedoria divina isentou as mulheres de certos deveres religiosos por vários motivos associados ao sangramento.  Abaixo apresentamos uma lista das ações proibidas durante a menstruação e o sangramento pós-parto:

(1)      As orações formais (salah)

As mulheres durante a menstruação ou o sangramento pós-parto não devem realizar as orações obrigatórias e nem as voluntárias, e as orações perdidas por esses motivos não devem ser compensadas posteriormente.

Se o seu fluxo sanguíneo começar depois do tempo inicial de uma certa oração, por exemplo, meia hora depois do início do tempo do Dhuhr, então, após o fim do sangramento, ela deve compensar essa oração, pois estava num estado de pureza quando se tornou obrigatório para ela rezar. No entanto, não deve compensar as outras orações que perdeu enquanto estava com a menstruação.[1]

Se houver tempo suficiente para rezar nem que seja uma só rakah (ciclo da oração) depois de realizar o banho ritual, ela deve fazer essa oração, pois o Profeta disse:

“Quem conseguir alcançar um ciclo da oração (rakah) antes do nascer do sol, terá alcançado a oração do Fajr, e quem conseguir alcançar um ciclo da oração (rakah) antes do pôr do sol, terá alcançado a oração do Asr.” (Sahih al-Bukhari, Sahih Muslim)

Por exemplo: se ela completar o seu banho ritual depois de ter terminado o seu sangramento no período do Asr e ainda houver tempo suficiente antes do pôr do sol para ela rezar pelo menos uma rakah, ela deve então fazer a oração do Asr.

(2)      O jejum

A mulher que esteja no seu período menstrual ou no sangramento pós-parto não deve jejuar, quer seja o jejum do Ramadan ou o jejum voluntário, porém ao contrário das orações formais, ela deve posteriormente compensar os dias não jejuados do Ramadan.

(3)      Relações sexuais

A mulher não pode ter relações sexuais enquanto estiver com a menstruação ou com o sangramento pós-parto, no entanto, outros tipos de intimidade sexual são permitidos. Quanto ao sexo anal, está permanentemente proibido. Foi perguntado ao Profeta (que a misericórdia e as bênçãos de Allah estejam sobre ele): "O que é que é permitido fazer com a minha esposa durante a sua menstruação?"  Ele respondeu:

“Faz o que desejares, exceto o coito.” (Muslim)

 (4)     Tocar uma cópia do Alcorão em árabe

É proibido tocar uma cópia do Alcorão quando o indivíduo estiver em qualquer estado de impureza, pois Allah disse:

“… não o tocam senão os purificados...” (Alcorão 56:79)

O Profeta disse ao povo de Iêmen:

“Ninguém deve tocar o Alcorão exceto quem estiver num estado de pureza.” (Malik, An-Nasa’i, Ibn Hibban, al-Baihaqi)

Ações permissíveis

(1)  Recitar o Alcorão a partir da memória.

(2)  Fazer du’a (súplicas).

(3)  Pronunciar adhkar, que são menções de Allah com palavras específicas como: Subhan-Allah, Allahu Akbar, e outras.

(4)  Ler livros de hadith ou quaisquer outros livros islâmicos.

Devemos ter em conta que é permitido tocar uma tradução do Alcorão, já que não é a palavra de Allah mas sim a tradução dos seus significados, mesmo que também inclua textos em árabe.

O fim da menstruação

Uma mulher pode reconhecer o fim do seu período menstrual através de duas formas:

1.    A secreção esbranquiçada que indica o fim do sangramento.

2.    Uma secura total, no caso da mulher não apresentar a secreção esbranquiçada. Nessa situação, ela pode saber que o sangramento terminou colocando o algodão ou algo semelhante na zona do sangramento; se sair limpo, indica que o sangramento terminou. Se o algodão ou a toalha sair avermelhada, amarelada ou castanha, então isso indica que o sangramento ainda não terminou.

A mulher deve tomar o banho ritual depois do sangramento terminar e antes de voltar a rezar, compensar os seus jejuns ou restabelecer as relações sexuais com o seu esposo. Ela pode tomar banho durante o sangramento, porém aqui referimos-nos ao banho ritual específico (ghusl) que se deve tomar ao terminar o sangramento, com o propósito de retomar as práticas de adoração.

Manchas de sangue depois da mulher ter se purificado

Umm Atiah disse: “Não costumávamos levar em consideração a secreção amarelada ou acastanhada depois da esbranquiçada que indicava o fim do período menstrual, e não lhes dávamos nenhuma importância.” Com base nisso, a secreção acastanhada que vem antes do período não é parte do período, especialmente se vir antes do seu tempo habitual e não estiver acompanhada de outros sintomas da menstruação, como as cólicas, dores nas ancas, etc.  Assim, é melhor repor as orações perdidas durante esse tempo.

Se o período menstrual de uma mulher terminar e ela notar a secreção esbranquiçada que assinala que  seu período de fato terminou, então qualquer secreção acastanhada ou amarelada que ela notar depois disso, ou qualquer mancha ou umidade, não é menstruação, e portanto não a impede de rezar, jejuar, ou ter relações sexuais com o seu esposo. Contudo, não é bom apressar-se a lavar até que tenha a certeza de que esteja pura, porque algumas mulheres, quando o sangramento diminui, apressam-se para o banho antes de verem a secreção esbranquiçada.

Também, se uma mulher tiver um ciclo menstrual regular de um certo número de dias, qualquer sangue depois disso é considerado falsa menstruação, e ela deve tomar o banho ritual e rezar, mesmo que não notar a secreção esbranquiçada. Qualquer sangramento anormal é também considerado falsa menstruação.



Notas de rodapé:

[1] O Profeta disse: “… quando ela está a menstruar não reze e nem jejue.” (Sahih Al-Bukhari, Sahih Muslim)

Ferramentas da Lição
RuimÓtimo  Avalie
| More
Deixe-nos sua Opinião ou Pergunta

Além disso, você poderá perguntar através do chat ao vivo disponível aqui.