Linguagens

Níveis

Ajuda ao Vivo Através do Chat

 

Sobre este Site

Bem-vindo ao site eLearning da New Muslims. Este site é para muçulmanos recém-convertidos que desejam aprender sua nova religião de uma maneira fácil e sistemática. As aulas estão organizadas em níveis. Então, primeiro vá para a lição 1 do nível 1. Estude-a e depois faça o seu teste. Quando for aprovado, vá para a lição 2 e assim por diante. Felicidades.

Comece Aqui

É altamente recomendável registrar-se para que suas notas e progresso sejam salvos.  Então, primeiro registre-se aqui, depois comece com a lição 1 no nível 1 e daí em diante passe para a próxima lição. Estude ao seu gosto. Cada vez que retornar a este site, clique no botão “Leve-me onde estava” (disponível apenas para usuários registrados).

Uma introdução aos pilares do Islam e aos artigos da fé (parte 2 de 2)

Descrição: Os ensinamentos essenciais do Islam são baseados em cinco princípios, chamados de "cinco pilares do Islam" e em seis crenças fundamentais, conhecidas como "os seis artigos da fé". Parte 2: Os seis artigos da fé e o que eles incluem.

Por Imam Mufti

Publicado em 22 Nov 2019 - Última modificação em 25 Jun 2019

Impresso: 6 - Enviado por E-mail: 0 - Vizualizado: 542 (média diária: 2)

Categoria: Lições > Crenças Islâmicas > Artigos da Fé


Pré-requisitos

·       O testemunho de fé.

Objetivos

·       Aprender as crenças fundamentais, isto é, os seis artigos da fé e o que eles incluem.

Termos em árabe

·       Sunnah - A palavra Sunnah tem vários significados, dependendo da área de estudo; no entanto, o significado geralmente atribuído a ela é: palavras, ações, aprovações e desaprovações implícitas do Profeta.

·       Iman - Fé, crença ou convicção.

Os seis artigos da fé

Em árabe, nos referimos à fé como Iman. Representa a firme crença no coração, e não simplesmente a fé cega. A doutrina islâmica gira em torno de seis aspectos descritos pelo Profeta.

1. Crer em Allah, que inclui o seguinte:

(i)   Crer na existência de Allah.

(ii)  Allah é o Senhor. Ele é o Criador, o Provedor, o Sustentador e o Dono de todo o universo. Ninguém tem coparticipação nesses papéis.

(iii) Allah é o único digno de adoração. Nenhuma adoração, serviço ou veneração deve ser oferecido a outros que não sejam Allah ou junto a Ele, sejam profetas, clérigos, santos, anjos, ídolos ou pedras.

(iv) Allah tem os nomes e atributos mais bonitos e perfeitos, com os quais ninguém pode se comparar. Ele é único, separado e diferente da sua criação. Nenhum mal ou deficiência pode ser atribuída a Ele.

2. Crer nos anjos, que inclui o seguinte:

(i)   Crer na existência dos anjos, uma criação de Allah.

(ii)  Crer que eles não têm o direito de receber qualquer forma de adoração.

(iii) Crer nos nomes com os quais os anjos são identificados no Alcorão e na Sunnah  (ensinamentos do Profeta Muhammad)

(iv) Crer na tarefa especial designada a cada um deles por Allah no Alcorão e na Sunnah.

3. Crer nas escrituras reveladas, que inclui o seguinte:  

(i)   Crer que Allah revelou as escrituras a vários profetas.

(ii)  Crer que elas contêm a verdade de Allah.

(iii) Crer que todas as escrituras anteriores ao Alcorão foram alteradas.

(iv) Crer no Alcorão envolve vários aspectos:

a) Crer que é uma das escrituras de Allah.

b) Crer que é a última Revelação para a humanidade e que nenhuma outra escritura será revelada depois dela.

c) Crer que tudo no Alcorão é verdadeiro e que não contém nada falso.

d) Crer que o Alcorão permaneceu inalterado e que permanecerá assim por toda a eternidade.

e) Crer que todos as escrituras anteriores foram anuladas.

4. Crer nos mensageiros, que inclui o seguinte:

(i)    Crer que Allah enviou profetas para cada nação, chamando-os a adorar e obedecer somente a Ele. É preciso crer em todos eles, conhecidos ou desconhecidos, sem rejeitar nenhum.

(ii)   Crer que eles foram os melhores da humanidade, escolhidos pela virtude.

(iii) Crer que eles eram simplesmente humanos, de forma alguma divinos, e que eles não têm o direito de receber adoração e que nunca a reivindicaram.

(iv) Crer que eles simplesmente transmitiram a mensagem de Allah e que não legislaram por conta própria.

(v)   Crer que eles não estavam errados na transmissão da mensagem.

(vi) Crer que obedecê-los é uma obrigação.

(vi) Crer que Muhammad (que a misericórdia e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) foi um Profeta, isso abrange os assuntos discutidos na lição intitulada "O Testemunho de Fé".

5. Crer na vida após a morte e no Dia do Juízo, que inclui o seguinte:

(i)   Crer  que chegará o dia em que tudo terminará, e Allah ressuscitará a criação e a julgará de acordo com suas obras.

(ii) Crer que aqueles que acreditaram e seguiram a religião correta na prática, seguindo os profetas, entrarão no Paraíso por toda a eternidade, e que aqueles que não acreditaram entrarão no fogo do Inferno por toda a eternidade.

6.  Crer no Decreto Divino, que inclui o seguinte:

(i)   Crer que o conhecimento absoluto de Allah abrange tudo e é completo. Ele sempre sabe de tudo o que acontecerá e o que não acontecerá, mesmo antes da criação da humanidade.

(ii)  Crer que Allah registrou tudo o que aconteceria até o Dia do Juízo em um livro conhecido como "A Mãe dos Livros" ou "A Mesa Preservada".

(iii) Crer que tudo o que Allah desejou, aconteceu, está acontecendo e acontecerá. Nada acontece contra ou sem a vontade d'Ele.

(iv) Allah criou tudo.

Mencionamos aqui os requisitos mínimos da fé em cada uma dessas seis categorias nas quais os muçulmanos acreditam, uma vez que o Profeta mencionou que esses artigos formam a base da crença e fé islâmicas.

Nas próximas lições, exploraremos os ensinamentos essenciais, estudando cada um dos cinco pilares do Islam, bem como os seis artigos da fé em detalhes.

Ferramentas da Lição
RuimÓtimo  Avalie
| More
Deixe-nos sua Opinião ou Pergunta

Além disso, você poderá perguntar através do chat ao vivo disponível aqui.