Linguagens

Níveis

Ajuda ao Vivo Através do Chat

 

Sobre este Site

Bem-vindo ao site eLearning da New Muslims. Este site é para muçulmanos recém-convertidos que desejam aprender sua nova religião de uma maneira fácil e sistemática. As aulas estão organizadas em níveis. Então, primeiro vá para a lição 1 do nível 1. Estude-a e depois faça o seu teste. Quando for aprovado, vá para a lição 2 e assim por diante. Felicidades.

Comece Aqui

É altamente recomendável registrar-se para que suas notas e progresso sejam salvos.  Então, primeiro registre-se aqui, depois comece com a lição 1 no nível 1 e daí em diante passe para a próxima lição. Estude ao seu gosto. Cada vez que retornar a este site, clique no botão “Leve-me onde estava” (disponível apenas para usuários registrados).

Convidando não-muçulmanos para o caminho certo (parte 1 de 3): transmitindo a mensagem da melhor maneira possível

Descrição: Uma discussão introdutória sobre nossa responsabilidade de transmitir a mensagem do Islam.

Por Aisha Stacey (© 2015 NewMuslims.com)

Publicado em 06 Jan 2020 - Última modificação em 11 Jul 2018

Impresso: 3 - Enviado por E-mail: 0 - Vizualizado: 407 (média diária: 1)

Categoria: Lições > Atos de Adoração > Diversas Ações Recomendadas


Objetivos:

·       Compreender o papel de uma pessoa que chama outras pessoas para o caminho do Islam.

Termos em árabe:

·       Shariah – Lei islâmica.

·       Rabb - Literalmente significa senhor, dono, mestre ou líder. Islamicamente, é usado  para se referir a Allah - o Dono, o Mestre, Aquele que cuida, sustenta, nutre e cuida de tudo.

·       Dawah  Às vezes escrito Da'wah. Significa chamar ou convidar outras pessoas para o Islam.

·       InshaAllah – Se Deus quiser, se Deus quiser que seja assim. É um lembrete e reconhecimento de que nada acontece, exceto pela vontade de Allah.

InvitingNonMuslims_01.jpgConhecer a verdade, entender o propósito desta vida e saber a resposta para a velha pergunta de por que estou aqui, é emocionante. Portanto, descobrindo isso, queremos contar para outras pessoas; porém, às vezes dizer em voz alta uma das verdades universais da vida pode parecer um confronto. Alguns podem pensar que somos loucos ou iludidos, mas esse não é o problema, eles disseram o mesmo sobre o Profeta Muhammad ou o Profeta Noé. O problema é que, quando convidamos as pessoas para a verdade do Islam, queremos que elas ouçam e entendam o que estamos tentando dizer. Para ajudar aqueles que ficam entusiasmados com a ideia de espalhar o Islam, falaremos sobre algumas dicas para convidar outras pessoas para o caminho certo. 

Primeiro, vamos sincronizar nossas definições. O verbo, convidar, significa solicitar a presença ou participação de maneira gentil, cortês ou complementar.[1] Shariah significa literalmente 'um caminho para a água', a fonte de toda a vida; portanto, islamicamente, a Shariah é o caminho direto para Allah, o Doador e Originador de toda a vida. Deus nos disse:

Convoca ao caminho de teu Senhor, com a sabedoria e a bela exortação, e discute com eles, da melhor maneira... ” (Alcorão 16: 125)

Sempre que convidamos uma pessoa ao Islam, para o caminho certo, apresentamos a ela os atrativos do Islam. Nosso trabalho é transmitir a mensagem da melhor maneira possível, de acordo com nossos conhecimentos e habilidades. A aceitação ou rejeição da mensagem depende da pessoa em questão; não há compulsão na religião e, além disso, é Allah quem dá orientação. Nós não os estamos convertendo ou revertendo porque é Allah, e somente Allah, quem realmente cuida disso. Nosso papel é apenas ajudar outras pessoas em sua jornada e ajudar a  plantar uma semente que um dia, InshaAllah, crescerá em uma árvore do Islam.

   "Não há imposição quanto à religião, porque já se destacou a verdade do erro..." (Alcorão 2: 256)

“… Só a Deus pertence o levante e o poente. Ele encaminhará à senda reta a quem Lhe apraz.” (Alcorão 2: 142)

É importante lembrar, porém, que transmitir a mensagem e chamar as pessoas para o Islam ou fazer dawah, como muitos gostam de chamar, é uma obrigação para todos os muçulmanos. É claro que nem todos nós devemos trabalhar no campo de dawah, mas devemos estar sempre conscientes de que nosso comportamento, palavras e ações são dawah. Aqueles que não estão familiarizados com o Islam olham para os muçulmanos para ver exatamente do que se trata essa religião. O Profeta Muhammad disse: "Transmita de mim, mesmo que seja um versículo".[2]  O Alcorão também reitera a mesma mensagem.

"...E quem é mais eloquente do que quem convoca (os demais) a Deus, pratica o bem e diz: 'Certamente sou um dos muçulmanos?'" (Alcorão 41:33)

Tudo parece muito fácil, não é? Todos nós amamos Allah e Seu Mensageiro Muhammad e, sem dúvida, esperamos que todas as pessoas um dia se sintam da mesma maneira. No entanto, o amor ao Islam e tudo o que isso implica não são suficientes. Quando alguém aceita o desafio de transmitir a mensagem, precisa estar preparado. Não podemos fazer uma careta para o lojista quando os preços aumentam. Não podemos reagir com raiva quando alguém murmura um insulto enquanto passamos. Uma pessoa que transmite a mensagem do Islam deve estar preparada para aceitar insultos, ser paciente, fazer sacrifícios e ouvir ideias e ideologias que estão longe da verdade do Islam. O Profeta Muhammad disse que: “O crente que se mistura com as pessoas e tolera seus insultos com paciência é melhor do que aquele que não se mistura com as pessoas ou tolera os insultos com paciência.” [3]

Qualquer um que seja reconhecidamente muçulmano está transmitindo a mensagem toda vez que aparece em público ou se mistura com não-crentes; portanto, nossas palavras devem sempre ser gentis, e nosso temperamento deve estar completamente sob controle para que palavras duras nunca saiam de nossas bocas. Um dos companheiros do Profeta Muhammad disse: "Sorrimos para as pessoas, mesmo que em nossos corações esteja amaldiçoando suas palavras ou comportamento."[4] Além disso, um muçulmano facilita as coisas para os outros. Isso é o que Allah espera e o que o Profeta Muhammad encorajou quando disse: “Ensine e facilite as coisas, não as dificulte. Se algum de vocês ficar com raiva, fique calado.”[5]

"... Deus vos deseja a comodidade e não a dificuldade..." (Alcorão 2: 185)

O Profeta Muhammad entendeu as fraquezas humanas e, ao mesmo tempo, o potencial humano de excelência. Seus métodos de dawah eram perfeitos; precisamos apenas seguir o exemplo dele para garantir que cumpramos nossa obrigação de transmitir a mensagem em toda parte. Ele sempre escolheu a opção mais fácil para si e para os outros. No entanto, garantiu que a opção mais fácil estivesse dentro da estrutura da shariah.

Na próxima lição, examinaremos com mais cuidado as maneiras de espalhar a mensagem.



Notas de rodapé:

[2] Sahih Al-Bukhari

[3] Ibid

[4] Ibid

[5] Ibid

Ferramentas da Lição
RuimÓtimo  Avalie
| More
Deixe-nos sua Opinião ou Pergunta

Além disso, você poderá perguntar através do chat ao vivo disponível aqui.